Truck: Ramires volta ao palco da estréia para participação inédita

Marcada para o próximo domingo (21), a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck terá um significado especial para Vinícius Ramires. Sexto colocado na tabela de pontos, o paulista da Ramires Rodobens Truck Team terá a chance de participar pela primeira vez de uma corrida no Autódromo José Carlos Pace, no bairro paulistano de Interlagos, pista onde, um ano atrás, estreou como piloto da categoria nacional dos caminhões.

“Vou fazer minha primeira corrida na pista onde estreei na Truck. Dizendo dessa forma, parece estranho, mas é a realidade”, comenta Ramires. O panorama é decorrência dos problemas enfrentados pelo piloto momentos antes da etapa de Interlagos em 2005. Ele faria naquela prova sua estréia na categoria, mas acabou ficando fora da corrida em função da quebra do motor de seu caminhão durante as voltas de aquecimento para formação do grid.

“Foi uma das maiores decepções que tive, eu estava prestes a fazer a minha estréia na categoria na principal corrida do calendário”, lembra. “Mas tudo bem, agora aquilo faz parte do passado. O importante é que agora nós temos uma ótima chance de buscar um bom resultado, quem sabe um pódio”, afirma o piloto de Sorocaba, que tem o Mercedes-Benz número 80 decorado nas logomarcas de Rodobens Consórcio e Renov/Remanufatura Mercedes-Benz.

Vinícius abriu sua participação na temporada 2006 com o quarto lugar na etapa de Caruaru. Em Fortaleza, terminou em sexto. Com estes resultados, ocupa a sexta posição na tabela de classificação, com 16 pontos. “O novo caminhão é muito competitivo”, ele reconhece, citando o equipamento construído com base no modelo Axor 2044 da Mercedes-Benz. “Quero fazer uma boa apresentação nessa minha primeira corrida em Interlagos, estou confiante”.

Os treinos para a terceira etapa do Brasileiro de F-Truck em Interlagos terão início na próxima sexta-feira (19). A corrida de domingo terá largada às 14h, com transmissão ao vivo pela Rede Bandeirantes. A narração é de Téo José, com comentário de Eduardo Homem de Mello e reportagem de Luiz Silvério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *