Truck: Roberval consolida bom histórico em novas pistas

Piloto da Scania Corinthians Motorsport consolida na segunda etapa do
Sul-Americano histórico positivo em corridas inéditas da Fórmula Truck.

Quando comentou, na semana passada, suas expectativas para a inédita corrida da Fórmula Truck no Rio de Janeiro, Roberval Andrade fez uma alusão à facilidade que tem para se adaptar a circuitos desconhecidos. A virtude apontada foi trazida a efeito na corrida de domingo (18) no Autódromo Internacional Nelson Piquet, onde o piloto paulista da Scania Corinthians Motorsport liderou de ponta a ponta para vencer a segunda etapa do Campeonato Sul-Americano.
A característica que o piloto observou pode ser verificada numa análise de sua atuação nas quatro últimas vezes em que a Truck teve etapas em autódromos onde jamais havia corrido. A primeira edição da corrida em Fortaleza, válida pela segunda etapa da temporada de 2006, foi marcada pela adoção de uma estratégia arriscada por parte de Andrade, que, embora vendo-se fora da disputa pela vitória, empreendeu uma de suas atuações mais notáveis na categoria.
Quinto colocado no grid e sob chuva, Andrade optou, momentos antes da largada, pela troca dos pneus de seu Scania. O procedimento o impediu de ir à pista em tempo hábil. “Quando consegui sair para a pista, a corrida já estava na metade da segunda volta”, recorda. Em corrida de recuperação, o piloto paulista alcançou os adversários, ultrapassou todos os adversários, descontando sua volta de desvantagem, e terminou a corrida na oitava colocação.
A inclusão de novas pistas voltou a marcar a temporada 2009 da Fórmula Truck. A sétima etapa levou a categoria pela primeira vez para fora do Brasil. Em Buenos Aires, Andrade fez a pole-position e liderou a corrida até a 12ª volta, quando a quebra da turbina de seu caminhão o obrigou a abandonar. A etapa seguinte levou a categoria a Santa Cruz do Sul, outra pista nova para a categoria, onde Andrade conquistou mais uma pole e venceu a corrida de ponta a ponta.
A estreia no Rio de Janeiro teve o piloto da Scania Corinthians Motorsport mais uma vez em posição de destaque. Mais rápido nos treinos livres do sábado (17), obteve a segunda posição no grid, que teve em primeiro o caminhão Ford do também paulista Danilo Dirani. Na corrida, Andrade assumiu a liderança logo após a largada e liderou todas as 29 voltas, chegando diante de um público estimado em 50 mil pessoas à 16ª vitória de sua carreira na Truck.
Roberval Andrade atribuiu ao trabalho de preparação o bom desempenho que costuma ter em pistas novas. “Primeiramente, temos um bom caminhão, que é sempre muito competitivo. E também somos muito dedicados à preparação, há um bom investimento em treinos de desenvolvimento em vários autódromos. Isso nos dá um bom set up médio. Esse set up médio representa uma vantagem, um passo à frente, quando vamos para uma pista nova”, pondera.
Ao parâmetro com que inicia um fim de semana de competição, Andrade acrescenta a agilidade dos integrantes da Scania Corinthians Motorsport. “A minha equipe é fantástica, todos trabalham muito rápido para encontrar as respostas que cada momento exige. No Rio, por exemplo, a pista era uma no primeiro treino livre e estava completamente diferente na hora da corrida. Acompanhar as diferenças dessas condições é fundamental, também”, aponta o piloto.
O caminhão número 100 exibe as cores de Scania, Knorr-Bremse, Banco PanAmericano, Guerra, Superpar, Frum, Mann Filter, Ibero Eixos, Nino Faróis, Fix Implementos, KS Pistões, Truckvan, Tanesfil, Yamaha e Cia Athetica. A vitória no Rio levou-o à quarta posição na classificação do campeonato, com 35 pontos. Os líderes são Felipe Giaffone e Valmir Benavides, empatados com 43. Leandro Reis, segundo na prova carioca, está em terceiro, com 39.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *