Truck: Roberval vence e consolida busca pelo bicampeonato

Roberval vence em Santa Cruz do Sul e se consolida na disputa pelo título da F-Truck.

Piloto da Scania domina fim de semana gaúcho, mantém-se em terceiro na tabela e reduz de 48 para 18 pontos sua desvantagem em relação ao líder.

 
Numa prova marcada por vários incidentes e por quatro intervenções do Pace Truck, uma das quais para neutralização, Roberval Andrade manteve neste domínio (25) o domínio que vem impondo desde os treinos livres à oitava etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. O piloto paulista da RVR Motorsport venceu de ponta a ponta a corrida, disputada no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

O resultado consolidou Andrade na lista de candidatos ao título. Ainda em terceiro lugar na classificação, ele reduziu de 48 para 18 pontos sua desvantagem em relação ao líder do campeonato. Com 62 pontos em disputa nas duas últimas provas, marcadas para os dias 15 de novembro em Curitiba e 13 de dezembro em Brasília, passou a ver como meta ainda mais viável a conquista de seu segundo título na categoria – o primeiro veio em 2002.

“Meu caminhão esteve fantástico durante todo o fim de semana, no seco e na chuva. Em 10 anos como piloto da Scania, acho que é o melhor equipamento que já tive”, comemorou o vencedor. “A vitória é fruto de um trabalho maravilhoso de todos na equipe, todo mundo tem o emprego garantido para o ano que vem”, disse, bem humorado. “Minha equipe é fantástica, o mérito por esse momento é de cada um deles”, atribuiu Andrade.

A vitória em Santa Cruz do Sul foi sua segunda no ano – venceu também a quinta etapa, em Interlagos. “Esse ano tem sido de muita luta para nós, também de muitas decepções”, ponderou, em alusão às etapas de Goiânia e Buenos Aires, onde liderava quando enfrentou problemas mecânicos. “A equipe está no caminho certo, eu estou no meu melhor momento como piloto, vou buscar esse título palmo a palmo, curva a curva”, prometeu o paulista.

A inédita etapa em Santa Cruz do Sul marcou uma alteração na liderança do campeonato. Valmir Benavides, que havia subido ao pódio em todas as sete etapas anteriores, abandonou a corrida com problemas mecânicos e viu Felipe Giaffone, seu companheiro na equipe RM Competições, voltar ao primeiro lugar na tabela. Giaffone foi a 152 pontos, contra 151 de Benavides. Andrade foi a 143 e o paranaense Wellington Cirino, a 106.

Matematicamente, a disputa pelo título está restrita a esses quatro pilotos. “É um momento muito especial, essa vitória é uma recompensa a todo o trabalho que tivemos, às dificuldades no desenvolvimento, aos problemas que nos tiraram pontos importantes”, definiu Andrade, que tem no caminhão número 15 as cores e logomarcas de Knorr-Bremse, Banco Pan-Americano, Scania, BorgWarner, Mann, Guerra, Tanesfil, Frum, Niju e Companhia Athletica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *