Truck: Sem pontuar, Martins segue líder do campeonato

Piloto da Volkswagen lidera campeonato com 111 pontos e quatro pilotos mantêm chances matemáticas de conquista; Adalberto Jardim chegou em 2º em Tarumã.



A oitava etapa da Fórmula Truck propiciará um final com suspense na última etapa do campeonato, em Brasília, dia 10 de dezembro: quatro pilotos têm chances de conquistar o título.


 


Mesmo sem pontuar hoje em Tarumã, Renato Martins mantém a liderança do campeonato, com 111 pontos. Vinicius Ramires é o principal perseguidor do piloto do caminhão Volkswagen Constellation. Com o quarto lugar no Sul, subiu a 100. Com possibilidades pequenas, estão Pedro Muffato e Wellington Cirino, dependendo de algumas combinações matemáticas para seguir na luta pelo título. A vitória ficou com Djalma Fogaça, já fora da disputa pelo campeonato.


 


“Eu tinha chance de ser campeão aqui e o time fez um excelente trabalho: larguei em terceiro e tinha caminhão para vencer a corrida, mas na sétima volta tive que abandonar. Foi uma pena, mas é bom lembrar que, nas últimas três corridas, deu tudo certo para nosso time. Desta vez, foi o dia dos nossos adversários. O que importa é que sigo líder do campeonato e vamos para Brasília dispostos a terminar o ano neste primeiro lugar”, afirma Martins. O piloto da RM Competições não completou a prova após um vazamento de óleo provocar a queda da pressão do motor.


 


Além da manutenção da liderança do campeonato, a Volkswagen comemorou hoje o melhor resultado de Adalberto Jardim na Fórmula Truck. O veterano piloto, que assinou neste ano pela primeira vez um contrato integral com uma equipe da categoria, foi o segundo colocado em Tarumã.


 


Jardim chegou a assumir a liderança na 22ª volta, mas na Curva do Laço perdeu o traçado e foi ultrapassado por Djalma Fogaça. Mesmo assim, saiu contente com o resultado obtido na Grande Porto Alegre.


 


“Fizemos um corridão aqui em Tarumã, em uma briga acirrada e limpa com o Cirino e o Fogaça o tempo inteiro. Queria muito a vitória e ela esteve perto, mas admito que errei na freada e quase perdi o controle do caminhão. Pelo menos conseguiu recuperar a tempo de voltar em segundo e conseguir este importante pódio para minha carreira e para a equipe”, diz Jardim.


 


Débora Rodrigues mais uma vez terminou a corrida marcando pontos, feito atingido nas oito provas desta temporada, mostrando a velocidade e regularidade da única mulher da categoria. Apenas ela e Ramires conseguiram pontuar em todas as etapas.


 


A piloto da Volkswagen passou a bandeira amarela programada em sexto e terminou a corrida em sétimo, acumulando agora 54 pontos, sua melhor marca desde que estreou na categoria, em 1998.


 


“Tinha chance de pódio hoje, mas perdi rendimento no final da prova. Mas fico orgulhosa em mais uma vez marcar pontos e chegar em Brasília para terminar o campeonato na melhor colocação da minha carreira”, diz Débora.


 


Beto Napolitano, que largou na última colocação por não participar do grid de largada, chegou em 13º. Já Herberto Heinen não disputou o GP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *