Truck: VW brigará por vitória em Tarumã

Apesar do circuito gaúcho favorecer os caminhões maiores, o atual campeão da Fórmula Truck acredita que o modelo Volkswagen Constellation será bastante competitivo neste domingo, na segunda etapa da temporada.

A briga pela vitória em Tarumã será intensa entre as principais marcas presentes na Fórmula Truck. A opinião é do atual campeão da categoria, Renato Martins (Volkswagen), o único que segue competindo nas pistas desde a criação do campeonato, em 1996.

O traçado gaúcho é um dos mais velozes da temporada, com média horária de 133 km/h, o que na teoria favoreceria os conjuntos maiores, equipados com motor 12 litros. Mas o paulista garante: é bom não esquecer dos caminhões de motor 9 litros.

“Acredito que a briga pela vitória vai reunir pelo menos quatro marcas diferentes em Tarumã. E coloco a Volkswagen entre elas, porque, mesmo não sendo este circuito o mais favorável ao nosso conjunto, conseguimos algumas melhoras no chassi que certamente nos deixarão em condição de brigar pela ponta”, garante Renato Martins, que foi ao pódio em Cascavel, com o terceiro lugar.

As melhoras citadas pelo piloto e chefe da equipe RM Competições foram trabalhadas ao longo das últimas semanas na sede do time, em São Paulo. O piloto da Volkswagen não revela as áreas específicas, mas garante que a mudança com o novo acerto será sentida já nesta etapa. E não apenas em seu caminhão: uma das prioridades foi trazer mais competitividade ao conjunto de Felipe Giaffone, que estreou na RM com um oitavo lugar em Cascavel.

“Trabalhamos com um objetivo de evitar uma tendência natural dos caminhões de competição em sair de frente nas curvas, algo que deve ser evitado ao máximo em Tarumã”, comenta Giaffone. Desta vez, o ex-piloto da Fórmula Indy já terá na bagagem a experiência de ter guiado um caminhão na pista onde será disputada a etapa –ao contrário de Cascavel, onde nunca havia pilotado nenhum tipo de carro.

“Gosto muito desta pista, que conheço desde que corri nas categorias de base aqui no Brasil. Tenho certeza de que a RM conseguiu achar algumas soluções para deixar o caminhão ainda mais competitivo”, afirma Giaffone.

Brigar pelo pódio também é a expectativa da única mulher da categoria, Débora Rodrigues, que chegou em sétimo lugar na etapa inicial da temporada, com seu Volkswagen Constellation. “Vamos incomodar os caminhões maiores em Tarumã. Basta ver que, no ano passado, o Renato venceu em Cascavel, em Guaporé, e em Curitiba fomos juntos ao pódio… Todas estas pistas são de alta velocidade”, completa Débora.

Jonatas Borlenghi também está otimista para a prova deste domingo e espera ter melhor sorte que na etapa inicial. Em Cascavel, “Neno” saiu em terceiro, mas não completou a prova. “Infelizmente me envolvi em um acidente e minha intenção é justamente a oposta, somar pontos para o time. É com este objetivo que vou disputar a corrida de domingo”, completa o piloto da Volkswagen, marca que terá mais dois representantes a partir desta etapa, com a presença de Beto Napolitano e Urubatan Helou Junior, também competindo com o modelo Constellation.

Os primeiros treinos livres serão realizados nesta sexta-feira em Tarumã, na Grande Porto Alegre. A TV Band exibe a prova deste domingo a partir das 14h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *