V8 Supercars Australia: Jamie Whincup domina abertura da temporada

O australiano Jamie Whincup, num Ford Falcon do Team Vodafone, dominou a etapa de abertura do V8 Supercars Australia, a Clipsal 500 no Adelaide Paklands. Ele largou na pole e venceu as duas provas da programação.

Na sexta-feira (22/02), Whincup marcou a pole-position, com o tempo de 1m21s3301. James Courtney, num Ford Falcon da Jeld-Wen Motorsport, completou a primeira fila. Mark Winterbotton, num Ford Falcon da Ford Performance Racing e o campeão de 2007, Garth Tander, num Holden Commodore da Toll Holden Racing Team, dividiram a segunda fila.


Wincup venceu a primeira prova, no sábado (23/02), seguido por Winterbotton e Craig Lowndes, companheiro de equipe de Whincup.


Depois de cair para terceiro na largada e perder vinte segundos nos boxes, com problemas elétricos no carro, Whincup passou Lowndes na 71º volta, indo para a 2º posição. Quatro voltas depois Whincup assumiu a liderança, ao passar Winterbotton.


A ultrapassagem de Whincup ficou sob investigação devido a um pequeno toque no Ford Falcon de Winterbotton. Pouco depois ele foi confirmado como o vencedor.


A prova teve a intervenção do safety-car depois de um acidente envolvendo Rick Kelly e Paul Dumbrell, companheiros na Autobarn Racing Team. Disputando asexta posição da prova os dois se tocaram no hairpin, com Dumbrell quebrando a suspensão do Holden Commodore e Kelly ficando fora da pista.


Tander, que chegou a liderar a corrida, teve problemas na suspensão, tendo que ir aos boxes, terminando na 19º posição.


No domingo (24/02), Whincup completou o final de semana perfeito, vencendo a prova com Lee Holdsworth num Holden Commodore da Valvoline Cummins Race Team, em 2º. Cameron McConville, num Holden Commodore da Team WOW completou o pódio.


Whincup tomou o controle da prova depois da 20º volta da prova, que teve a intervenção do safety-car por sete vezes.
Tander teve mais uma prova complicada, se envolvendo em um acidente com Courtney, tendo que ir aos boxes com a suspensão avariada, como na prova de sábado. Depois de ter o carro consertado o atual campeão foi punido com um drive-though, devido ao toque no Ford Falcon de Steve Johnson, que rodou, na 30º volta.


Whincup soma 300 pontos no campeonato, com Lee Holdsworth na vice-liderança com 258 pontos.


A próxima etapa acontece nos dias 08 e 09 de março, em Eastern Creek, na Austrália.



Final, 1º prova, sábado, 23 de fevereiro:


1  Team Vodafone Jamie Whincup Ford Falcon BF 78 em 01:51:37.3538
2  Ford Performance Racing Mark Winterbottom Ford Falcon BF 78
3  Team Vodafone Craig Lowndes Ford Falcon BF 78
4  Valvoline Cummins Race Team Lee Holdsworth Holden Commodore VE 78
5  Ford Performance Racing Steven Richards Ford Falcon BF 78
6  Jim Beam Racing Steven Johnson Ford Falcon BF 78
7  Jim Beam Racing Will Davison Ford Falcon BF 78
8  HSV Dealer Team Rick Kelly Holden Commodore VE 78
9  Toll Holden Racing Team Mark Skaife Holden Commodore VE 78
10  Tasman Motorsport Greg Murphy Holden Commodore VE 78


Final, 2º prova, domingo, 24 de fevereiro:


1  Team Vodafone Jamie Whincup Ford Falcon BF 78 em 02:11:45.5992 32
2  Valvoline Cummins Race Team Lee Holdsworth Holden Commodore VE 78
3  Team WOW Cameron McConville Holden Commodore VE 78
4  Jack Daniel’s Racing Todd Kelly Holden Commodore VE 78
5  SP Tools Racing Shane Van Gisbergen Ford Falcon BF 78
6  HSV Dealer Team Rick Kelly Holden Commodore VE 78
7  Tasman Motorsport Greg Murphy Holden Commodore VE 78
8  Tasman Motorsport Jason Richards Holden Commodore VE 78
9  Jim Beam Racing Steven Johnson Ford Falcon BF 78
10  Fujitsu Racing Jason Bright Ford Falcon BF 78


Campeonato:


1 Jamie Whincup 300
2 Lee Holdsworth 258
3 Rick Kelly 192
4 Steven Johnson 186
5 Todd Kelly 180

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *