Velocidade na Terra: A poeira levantou em São José dos Pinhais

Teve início no último domingo (15/3), os Campeonatos Paranaense e Metropolitano de Velocidade na Terra, com a realização da primeira etapa no Autódromo de São José dos Pinhais. Organizada pela AGV Promotora de Eventos, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPA), os vencedores por categoria foram: Cláudio Harmuch (Fusca Velocidade), Roberto Bonatto (Novatos Injetado), Willian Zavaski (Novatos Carburado), Christiano Bornemann (Marcas “A”), Henri José Bot (Marcas “B”), Dan Davi Oliveira (Turismo 5000), Rogério Duarte (Fórmula Injetado) e Elso Linari Molina (Fórmula Carburado).

Marcas “A”

Quem acha que para Christiano Bornemann (Embretech/WD-40/Mundial Prime/Maxi Cabos) a vitória não tem mais sabor engana-se,  pois o piloto tinha em mente vencer uma primeira etapa do campeonato, coisa que nunca havia acontecido em sua carreira, obteve esta conquista no domingo, em São José dos Pinhais. “Vencer a primeira corrida do ano eu não sabia qual era o sabor. Mas agora derrubamos mais este tabu. O fator principal para a vitória foi a pole-position conquistada nos treinos classificatórios no sábado. A corrida em si, foi disputadíssima entre eu e o segundo colocado, até quase o final da prova, quando obtive pequena vantagem”, falou Christiano Bornemann.

Apesar de tantas vitórias no currículo, Chris Bornemann tem consciência de que os adversários estão ficando cada vez mais fortes também. “Visando manter nosso bom desempenho, já programamos uma série de testes antes da próxima etapa”, argumentou Chris Bornemann. Após o término da prova, o piloto paranaense correu para o aeroporto e embarcou para São Paulo, para receber seu troféu de Campeão Brasileiro de Velocidade na Terra 2008, na categoria Turismo 1600, entregue pela Confederação Brasileira de Automobilisno (CBA). “Foi minha primeira conquista nacional e estar entre as grandes feras do nosso automobilismo foi mais uma experiência emocionante”, disse Chris Bornemann.

Esta prova marcou ainda o retorno de José Bornemann às pistas, depois de um ano sem disputar um campeonato. E o velho “dinossauro” não desapontou, pois logo na primeira corrida com um Peugeot 206, com pouco desenvolvimento, foi ao pódio com a terceira colocação. “Nosso carro esteve muito bem na parte sinuosa do autódromo, pois está muito bem nas curvas. Agora precisamos encontrar um bom acerto para o motor, que perde um pouco o rendimento na reta, em comparação com os Gols, que já estão há muito tempo competindo. Se encontrarmos o desenvolvimento certo, ganhando alguns cavalos a mais, certamente poderemos brigar pelas vitórias”, argumentou José Bornemann (Só Frances/Le Lac/Le Parc/Waldicar/Lacombe).

Novatos

Outro que fez uma boa estréia foi Lucas Bornemann, na categoria Novatos “I”, ficando em segundo lugar na prova de abertura do Paranaense e Metropolitano de Velocidade na Terra. “Agora com o carro mais competitivo, espero manter a regularidade, pontuando em todas as etapas, para chegar às últimas corrida em condições de brigar pelo título da Novatos. No domingo, tivemos uma prova muito disputada, com os cinco primeiros andando no mesmo segundo e em condições de vencer. Agora quero a primeira vitória na categoria”, concluiu Lucas Bornemann (WAP/Bana Pneus/Moltecni/Total Telas/TBI Industries/Academia Oxy Place/CT Noguchi’s). A segunda etapa do Paranaense acontece nos dias 4 e 5 de abril em Ponta Grossa, e, a do Metropolitano nos dias 18 e 19 de abril, em São José dos Pinhais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *