WEC: Bruno Senna e parceiros saem na pole em Spa

Trio da Rebellion mantém a forma na volta do Mundial de Endurance

O protótipo LMP1 da Rebellion Racing largará da pole das 6 Horas de Spa, no retorno do Mundial de Endurance seis meses após a etapa anterior em Austin e da interrupção do calendário provocada pela pandemia do coronavírus. O norte-americano Gustavo Menezes e o francês Norman Nato, companheiros de Bruno Senna, dividiram o cockpit do carro de número 1, estabeleceram a melhor média do qualifying desta sexta-feira em 1min59s577 e superaram as sempre favoritas Toyota.

 

Bruno foi poupado do treino classificatório porque quase não conseguiu andar no último ensaio livre do dia. “O treino foi encerrado com bandeira vermelha pouco depois que assumi o volante. O dia acabou sendo meio inútil para mim. O carro está relativamente rápido para as condições da pista, mas lentos se olharmos para o ano passado. Os outros também perderam performance, então vamos ter chance de brigar. O problema é que há previsão de tempestade, o que nos deixa sem saber como estaremos na hora da corrida. Enfim, são essas coisas que sempre complicam a vida da gente em Spa”, comentou.

 

Com duas vitórias na temporada, Bruno e companheiros ocupam a terceira colocação na classificação do campeonato e podem se aproximar um pouco mais dos trios da Toyota que estão à frente. Até agora, lideraram todas as sessões na Bélgica. Mas o brasileiro sabe que não será fácil impor nova derrota à marca japonesa. “Além da preocupação com a degradação dos pneus, a Toyota veio com o pacote que levará para as 24 Horas de Le Mans. Os carros deles estão muito bem no primeiro e último setores. Se nos ultrapassarem será muito difícil recuperar a posição. De qualquer forma, será uma briga boa e estamos prontos para fazer o nosso melhor”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *