WEC: Dupla da Toyota vence a Seis Horas de São Paulo

A dupla Alexander Wurz/Nicolas Lapierre (Toyota TS030 – Hybrid/Toyota) venceu neste sábado (15/09), a Seis Horas de São Paulo, 5ª etapa do Campeonato Mundial de Endurance (WEC). Foi a primeira vitoria da Toyota na categoria. O trio Marcel Fässler/André Lotterer/Benoit Tréluyer (Audi R18 e-tron quattro/Audi) terminou em 2º, seguido pelo trio Tom Kristensen/Allan McNish/ Lucas Di Grassi (Audi R18 ultra/Audi).

Saindo da pole-position, Wurz/Lapierre dominaram a prova, perdendo a liderança apenas durante as paradas nos boxes. Após seis horas de prova, e 247 voltas, Wurz recebeu a bandeirada com 1m00s778 de vantagem sobre Lotterer.

“É fantástico para o time”, diz Nicolas Lapierre. “No início do desenvolvimento do carro sabíamos do nosso potencial, mas sofremos antes com a falta de confiabilidade. Aqui, no Brasil, deixamos isso para trás após um grande trabalho. Durante a prova foi necessário cuidar do consumo de combustível, porém conseguimos levar bem isso além dos pneus”, completa o piloto.

“Quase não precisamos fazer uma parada extra por causa das entradas do carro de segurança, estávamos preocupados, mas quando conseguimos ficar uma volta à frente dos dois carros da Audi vimos que a vitória estava ao nosso alcance. Fizemos um grande trabalho”, encerra Nicolas. Dupla do francês, Alexander Wurz fez questão de ressaltar o trabalho feito pela Toyota Racing.

“Nós trabalhamos muito nos acertos do carro para adequá-lo ao nosso estilo de pilotagem. Estou bastante feliz com este resultado e gostaria de agradecer ao nosso time e ao Nico pelo trabalho feito”, completa o austríaco para o time vencedor da primeira edição das 6 Hs de São Paulo.

Correndo como convidado da Audi, o brasileiro Lucas di Grassi, recebeu a bandeirada em 3º.

A dupla Nicolas Prost/Neel Jani (Lola B12/60 Coupé – Toyota/Rebellion) foi a melhor entre os não-oficiais, em 4º. O trio Nick Leventis/Danny Watts/Jonny Kane (HPD ARX 03a – Honda/Strakka)  e a dupla Andrea Belicchi/Harold Primat (Lola B12/60 Coupé – Toyota/Rebellion) completaram os seis primeiros, todos da Classe LMP1.

O trio Vicente Potolicchio/Ryan Dalziel/Stéphane Sarrazin (HPD ARX 03b – Honda/Starworks Motorsports) venceu na Classe LMP2, sendo 8º no geral.

Pela terceira vez consecutiva, a dupla Giancarlo Fisichella/Gianmaria Bruni (Ferrari F458 Italia/AF Corse) venceu na Classe LMGTE-Pro, sendo 16º no geral.

O brasileiro Fernando Rees (Chevrolet Corvette C6-ZR1/Larbre) venceu na Classe LMGTE-Am, com três voltas de vantagem sobre o segundo colocado. Em dupla com os franceses Patrick Bornhauser/Julien Canal, Rees foi o 20º no geral.

O trio brasileiro Francisco Longo/Alexandre Negrão/Enrique Bernoldi (Ferrari F458 Italia/AF Corse), terminou em 4º na Classe LMGTE-Am, e 23º no geral. Logo na primeira curva da prova, Bernoldi colidiu com a traseira do Lola B12/80 Coupé – Nissan do francês Fabien Giroix. Mesmo bastante avariados, o dois carros continuaram na prova.

De acordo com o site oficial da categoria, 25 mil pessoas acompanharam a prova no autódromo paulista.

A próxima etapa acontece no dia 29 de setembro, no Bahrain.

Final:

1 – LMP1 – Alexander Wurz, Nicolas Lapierre – Toyota TS030 – Hybrid – 247 voltas
2 – LMP1 – Marcel Fässler, André Lotterer, Benoit Tréluyer – Audi R18 e-tron quattro – a 1min00s778
3 – LMP1 – Tom Kristensen, Allan McNish, Lucas Di Grassi – Audi R18 ultra – a 1min14s679
4 – LMP1 – Nicolas Prost, Neel Jani – Lola B12/60 Coupé – Toyota – a 5 voltas
5 – LMP1 – Nick Leventis, Danny Watts, Jonny Kane – HPD ARX 03a – Honda – a 7 voltas
6 – LMP1 – Andrea Belicchi, Harold Primat – Lola B12/60 Coupé – Toyota – a 7 voltas
7 – LMP2 – Vicente Potolicchio, Ryan Dalziel, Stéphane Sarrazin – HPD ARX 03b – Honda – a 13 voltas
8 – LMP2 – Luis Perez Companc, Nicolas Minassian, Pierre Kaffer – Oreca 03 – Nissan – a 16 voltas
9 – LMP1 – David Brabham, Karun Chandhok, Peter Dumbreck – HPD ARX 03a – Honda – a 17 voltas
10 – LMP2 – Jacques Nicolet, Matthieu Lahaye, Olivier Pla – Morgan – Nissan – a 17 voltas
11 – LMP2 – Christian Zugel, Roberto Gonzalez, Elton Julian – Zytek Z11SN – Nissan – a 18 voltas
12 – LMP2 – John Martin, Jan Charouz, Tor Graves – Oreca 03 – Nissan – a 19 voltas
13 – LMP2 – Vitantonio Liuzzi, James Rossiter, Kevin Weeda – Lola B12/80 Coupé – Lotus – a 19 voltas
14 – LMP2 – Nelson Panciatici, Pierre Ragues, Roman Rusinov – Oreca 03 – Nissan – a 20 voltas
15 – LMP2 – Thomas Holzer, Mirco Schultis, Luca Moro – Lola B12/80 Coupé – Lotus – a 21 voltas
16 – LMGTE Pro – Giancarlo Fisichella, Gianmaria Bruni – Ferrari F458 Italia – a 26 voltas
17 – LMGTE Pro – Stefan Mücke, Darren Turner – Aston Martin Vantage V8 – a 27 voltas
18 – LMGTE Pro – Marc Lieb, Richard Lietz – Porsche 911 RSR (997) – a 27 voltas
19 – LMGTE Pro – Andrea Bertolini, Olivier Beretta – Ferrari F458 Italia – 1min34s733 – a 28 voltas
20 – LMGTE Am – Patrick Bornhauser, Julien Canal, Fernando Rees – Chevrolet Corvette C6-ZR1 – a 31 voltas
21 – LMGTE Am – Christian Ried, Gianluca Roda, Paolo Ruberti – Porsche 911 RSR (997) – a 34 voltas
22 – LMGTE Am – Jean-Philippe Belloc, Christophe Bourret, Pascal Gibon – Chevrolet Corvette C6-ZR1 – a 36 voltas
23 – LMGTE Am – Francisco Longo, Alexandre Negrão, Enrique Bernoldi – Ferrari F458 Italia – a 37 voltas
24 – LMGTE Am – Joël Camathias, Markus Palttala, Paul Daniels – Porsche 911 RSR (997) – a 52 voltas
25 – LMP2 – Fabien Giroix, Keiko Ihara, Jean-Denis Deletraz – Lola B12/80 Coupé – Nissan – a 53 voltas
26 – LMP2 – Bertrand Baguette, Dominik Kraihamer, Alex Brundle – Morgan – Nissan – 5.416 – a 83 voltas
27 – LMP2 – Franck Mailleux, Olivier Lombard, Jordan Tresson – Oreca 03 – Nissan – a 151 voltas
28 – LMGTE Am – Tracy Krohn, Niclas Jönsson, Michele Rugolo – Ferrari F458 Italia – a 246 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *