WEC: Esperando “pauleira”, Bruno Senna estreia no Endurance

Abertura da segunda temporada do WEC será neste fim de semana em Silverstone

Depois de três anos na Fórmula 1, Bruno Senna estreia neste final de semana no Campeonato Mundial de Endurance – WEC – da FIA. Tendo como companheiros o inglês Darren Turner e o alemão Stefan Mücke, Bruno conduzirá o modelo Vantage GTE da equipe oficial da Aston Martin nas 6 Horas de Silverstone, primeira das oito provas de resistência que compõem o calendário da categoria criada no ano passado. Já com uma breve experiência nas 12 Horas de Sebring, que abriu a série American Le Mans Series em março, o piloto brasileiro sabe bem o que vem pela frente. “”Será pauleira o tempo inteiro, porque os carros são muito confiáveis. Em Sebring, apenas três tiveram algum problema mecânico apesar da longa duração da prova”, explicou.

A programação oficial será aberta amanhã com a realização de duas sessões de treinos livres de 90 minutos cada – a primeira com início às 8h25 e a segunda, a partir das 12h25 pelo horário de Brasília. Serão quatro categorias correndo juntas e o Brasil só não estará representado na LMP1. Na LMP2, o amazonense Antonio Pizzonia dividirá o cockpit do Oreca 03 Nissan da equipe Delta ADR com os ingleses Tor Graves e James Walker, enquanto o paulista Fernando Rees correrá com os franceses Patrick Bornhauser e Julien Canal no Corvette C6-ZR1 da Larbre na GTE Am. Além de Bruno, outros pilotos com passagem pela Fórmula 1 que estarão no grid são os italianos Giancarlo Fisichella e Vitantonio Liuzzi, o japonês Kamui Kobayashi, o francês Sébastien Buemi, o alemão Nick Heidfeld e o português Pedro Lamy, entre os mais conhecidos.

Bruno espera uma briga acirrada com as Ferrari F458 e as Porsche 911 RSR. “Tem tudo para ser um ano extremamente disputado entre os carros da GTE. Em Sebring, as Ferrari demonstraram uma grande consistência e um consumo de combustível menor, o que ajuda muito em corridas deste tipo. A Porsche usou uma versão antiga, mas vai ter o carro novo aqui que certamente será rápido como são tradicionalmente os modelos da marca”, comparou.

Nos Estados Unidos, a participação do Vantage foi comprometida por um acidente ainda nos primeiros estágios da prova. A permanência nos boxes para reparos no radiador acabou com as chances da equipe, mas não impediu que as avaliações do carro fossem positivas. “O Vantage é um carro fácil de colocar no limite e tem um ritmo de corrida muito bom. Mas ainda vamos ter de esperar pelos treinos para ver como ele se adaptará aqui em Silverstone por causa do grande número de curvas de alta. É um traçado bastante diferente de Sebring, cheio de curvas de baixa, principalmente em relação à pressão aerodinâmica”, lembrou Bruno.

A Aston Martin está completando 100 anos em 2013 e tem duas grandes metas nesta temporada: conquistar o Troféu FIA Endurance na GTE e a vitória nas 24 Horas de Le Mans. Esta será a segunda participação de Bruno num dos principais eventos automobilísticos mundiais – ele correu pela francesa Oreca em 2009. “Le Mans será ainda mais complicado porque várias fábricas estão se preparando especialmente para essa prova”, concluiu o brasileiro.

A programação das 6 Horas de Silverstone (horário brasileiro) é esta:

Amanhã
08h25-09h55 – Treino livre 1
12h25-13h55 – Treino livre 2

Sábado
05h00-06h00 – Treino livre 3
08h10-08h30 – Treino classificatório GTE Pro/GTE Am

Domingo
08h00 – Largada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *