WEC: Etapa de Xangai do FIA WEC acontece neste fim de semana com tempo bom

Terceira prova da temporada terá equipe estreante e mudanças no grid – entre elas a ausência de Felipe Fraga por conta de compromissos no Brasil

Após visitar o circuito japonês de Fuji, o Campeonato Mundial de Endurance (WEC) continua seu tour asiático e o próximo ponto de parada é na China. A categoria retorna às pistas entre os dias 8 e 10 de novembro para as 4 Horas de Xangai, que farão parte da terceira etapa da temporada 8 do FIA WEC.

Para este fim de semana, serão 31 carros brigando entre as quatro categorias: os Protótipos LMP1, LMP2 e os GTE Pro e AM. E junto com as monções, os ventos asiáticos trouxeram algumas novidades: Uma equipe nova se juntou à classe GTE Am, enquanto alguns pilotos mudaram de casa.

A equipe alemã Proton Competition, que não é estranha ao mundo do Endurance, retorna à WEC com o Porsche #78 guiado por pai e filho, Philippe e Louis Prette, ao lado do jovem francês,Vincent Abril. Outros pilotos também passaram pela chamada “dança das cadeiras”: Luca Ghiotto dá lugar a Jordan King na Team LNT, enquanto Paul di Resta retorna à United Autosports, após ausência no Japão. Já o brasileiro Felipe Fraga, por conta de compromissos na Stock Car, será ausência e, em seu lugar, entra o holandês Larry ten Voorde.

Os outros brasileiros estão confirmados para o grid de Xangai: Bruno Senna continua na briga com os Híbridos da Toyota. Ele e o brasileiro radicado nos EUA, Gustavo Menezes, estão em quinto na classificação geral, mas mostraram ser a maior ameaça ao reinado da equipe japonesa – especialmente após Fuji, quando Bruno conseguiu se mostrar competitivo durante o primeiro stint, ultrapassando Kobayashi logo no início da prova e se mantendo à frente do carro #7 de Kobayashi por um bom tempo.

Já André Negrão segue firme na briga pelo bicampeonato, mas vê a competição aumentando, com novas equipes disputando a parte de cima da tabela. O Paulista natural de campinas se encontra na quarta posição em busca pelo troféu de pilotos LMP2, atrás das equipes Jackie Chan DC Racing, em terceiro, Cool Racing em segundo e Racing Team Nederland, atual líder.

A equipe da casa, Jackie Chan DC Racing, contará com o apoio da torcida, e tentará repetir o feito de 2018, quando levou a pole position e se tornou a primeira equipe chinesa a vencer em casa, levando a bandeira local pela primeira vez à posição mais alta do pódio. Outra surpresa, que dessa vez não foi trazida pelos ventos asiáticos, é o clima ameno que parece ter dado trégua em Xangai, raridade para este circuito.

As 4 Horas de Xangai serão transmitidas pelo Band Sports ao vivo e na íntegra. Confira a programação completa:

PROGRAMAÇÃO (horário de Brasília):

Sexta-feira (8 de novembro)

00h00 – Treino livre 1
04h30 – Treino livre 2
22h50 – Treino livre 3

Sábado (9 de novembro)

03h00 – Treino Classificatório LMGTE Pro e LMGTE Am
03h30 – Treino Classificatório LMP1 e LMP2

Domingo (10 de novembro)

01h00 – Largada das 4 Horas de Xangai

CALENDÁRIO RESTANTE DA TEMPORADA 8 DO FIA WEC:

10 de novembro de 2019 – 4 Horas de Xangai (China)
14 de dezembro de 2019 – 8 Horas de Bahrain (Bahrain)
1 de fevereiro de 2020 – 6 Horas de São Paulo (Brasil)
20 de março de 2020 – 1000 Milhas de Sebring (Estados Unidos)
25 de abril de 2020 – 6 Horas de Spa-Francorchamps (Bélgica)
13-14 de junho de 2020 – 24 Horas de Le Mans (França)

 

INGRESSOS À VENDA PARA AS 6 HORAS DE SÃO PAULO

Os ingressos para as 6 Horas de São Paulo já estão à venda no site da etapa (https://www.6horasdesaopaulo.com.br/ingressos/). As entradas são válidas para os três dias de evento, em quatro diferentes setores. O preço de venda para o Setor A é de R$ 250 (R$ 125 a meia entrada). No Setor M, o ingresso custa R$ 490 (R$ 245 a meia entrada). Já o Setor B, que conta com um kit lanche, o valor do ingresso é de R$ 600. O Paddock, por sua vez, sai por R$ 3.950,00, também com serviço de alimentação e bebidas durante os três dias do evento.

São aceitas todas as grandes bandeiras de cartão de crédito: VISA, Mastercard, Diners, AmEx e ELO, com parcelamento em até 6 vezes sem juros, ou via boleto bancário. Crianças entre 6 e 12 anos não precisam de ingresso para as arquibancadas A e M e para o Paddock – os ingressos são necessários apenas na arquibancada B.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *