WEC: Saindo por cima, Allan McNish anuncia aposentadoria

• Piloto da Audi se retira do esporte como campeão mundial de Endurance e vencedor das 24 Horas de Le Mans • Escocês encerra carreira em forma em um dos esportes mais difíceis • “É o final de uma grande carreira”, destaca Dr. Wolfgang Ullrich, chefe da Audi Sport.

Um dos pilotos mais carismáticos e de maior sucesso está deixando o palco maior do esporte a motor. A poucos dias de completar seu 44º aniversário, o piloto oficial de fábrica da Audi Allan McNish anuncia que não prosseguirá sua carreira de piloto na temporada 2014.

O escocês iniciou sua vitoriosa carreira há 32 anos, no kart. McNish conquistou muitas de suas grandes vitórias desde 2000 com a Audi – mais recentemente, ele levou o primeiro título mundial de seu currículo ao volante do Audi R18 e-tron quattro. “Acho que este é o momento ideal para finalizar minha carreira como piloto de carros esporte-protótipo com a Audi”, anunciou McNish. “Junto de meus companheiros de equipe Tom Kristensen e Loïc Duval eu completei a minha melhor temporada, tendo, também, vencido as 24 Horas de Le Mans. Por isso eu não poderia desejar mais nada além do que conquistamos neste ano. Posso olhar para trás e ver uma carreira fantástica que não deixou nada em aberto e estou ansioso pelos novos desafios que o futuro me reserva. Agora terei muito mais tempo para a minha família, mas vou continuar envolvido com o esporte a motor de várias formas, entretanto, não mais como piloto”, justificou.

Allan McNish vai permanecer próximo da Audi e irá contribuir com seu conhecimento. “Nós apreciamos e respeitamos a decisão de Allan em se aposentar no topo de sua carreira”, destaca o chefe da Audi Sport, Dr. Wolfgang Ullrich. “Ao mesmo tempo, é uma partida particularmente difícil para nós. Todos conhecemos os sucessos dele como piloto. Não devemos nos esquecer, porém, do quanto ele foi valioso no desenvolvimento de nossos carros, o grande ‘team player’ que ele sempre foi e o quanto ele foi consistente na busca dos objetivos da Audi muito além do esporte a motor com profissionalismo, lealdade e comprometimento. Lamentamos que Allan não disputará mais corridas para nós, mas estamos felizes de que ele vai continuar associado à Audi Sport e à Audi como marca”, afirmou.

No ano 2000, no Audi R8, Allan McNish venceu pela primeira vez a American Le Mans Series. Em 2006 e 2007, no Audi R10 TDI, ele mais uma vez comemorou os títulos na categoria norte-americana de carros esporte-protótipos. Quatro vitórias nas 12 Horas de Sebring complementam seus registros na América do Norte. Duas de suas três vitórias nas 24 Horas de Le Mans foram conquistadas com a Audi – em 2008 e 2013. A conquista antecipada do título deste ano no Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC) em Xangai, cinco semanas atrás, marcou o topo da carreira do escocês, que inicialmente perseguia o sonho de todo jovem piloto nas categorias de monopostos.

Com exceção dos anos de 2001 a 2003, quando esteve ativo na Fórmula 1 como piloto de testes e, depois, oficial, ele competiu pela Audi desde 2000. Por pouco ele não foi exclusivamente piloto do programa de protótipos da marca das quatro argolas: em 2005, ele esteve na ativa também no DTM. Ele é o único piloto a ter guiado todos os protótipos feitos em Ingolstadt e Neckarsulm, do Audi R8R ao R8, R10 TDI, R15 TDI, R18 TDI, o R18 ultra e o R18 e-tron quattro. Foram 29 vitórias em seu currículo, 18 pole positions, 17 voltas mais rápidas e quatro títulos em onze anos, fazendo dele um dos pilotos da Audi de maior sucesso com a marca. “Claro que vamos sentir a falta de Allan”, afirmou Chris Reinke, chefe do projeto LMP na Audi Sport. “Mas é típico de Allan que ele também encontrou o ponto perfeito para decidir encerrar sua carreira”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *