World Series by Renault: Marco Sorensen e Kevin Magnussen vencem em Spa-Francorchamps

Os dinamarqueses Marco Sorensen (Lotus) Kevin Magnussen (Carlin) foram os vencedores da 3ª etapa da temporada, disputada em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Prova 1:

Sorensen venceu a primeira prova, no sábado (02/06), após aproveitar a disputa entre Magnussen e o inglês Sam Bird (ISR), pouco depois da metade da prova.

Uma volta após um Safety-Car na metade da prova, Bird foi para cima de Magnussen, que havia largado na pole. Depois de ambos cortarem a chicane Bus Stop, Bird apareceu em primeiro. O inglês então diminuiu a velocidade para devolver a posição ao rival. Contudo Magnussen havia acertado um meio fio, e ficou lento no começo da reta principal. 

Isso permitiu Sorensen, em um lance de oportunismo, superar os dois lideres na La Source, e assumir a ponta até o final.

Na volta seguinte Bird tentou passar Magnussen na Bus Stop, com os dois escorregando e sendo superados pelo Frances Jules Bisnchi (Tech 1) e o holandês Robin Frijns (Fortec) . Pouco depois Bird recuperou uma posição, ao superar Frijns, que começou a perder rendimento.

Sorensen venceu com dois segundos de vantagem sobre Bianchi. Bird fechou o pódio.

O russo Mikhail Aleshin (RFR) foi o 4º, seguido pelo suíço Nico Muller (Draco) e o norte-americano Jake Rosenzweig (ISR).

Entre os brasileiros André Negrão (Draco) foi o 12º, Yann Cunha (Pons) o 17º e Lucas Foresti (DAMS) abandonou.

Final, prova 1:

1.  Marco Sorensen Lotus 21 voltas em 46m10s968
2.  Jules Bianchi Tech 1 + 2s081
3.  Sam Bird ISR + 4s639
4.  Mikhail Aleshin RFR + 14s966
5.  Nico Muller Draco + 15s375
6.  Jake Rosenzweig ISR + 22s451
7.  Robin Frijns Fortec + 25s361
8.  Walter Grubmuller P1 + 28s324
9.  Nick Yelloly  Comtec + 28s923
10.  Nikolay Martsenko BVM Target + 29s238
11.  Alexander Rossi Arden + 30s121
12.  Andre Negrão Draco + 30s527
13.  Will Stevens Carlin + 30s973
14.  Daniil Move P1 + 31s704
15.  Arthur Pic DAMS + 31s822
16.  Giovanni Venturini  BVM Target + 33s860
17.  Yann Cunha Pons + 47s383
18.  Zoel Amberg Pons + 1m10s076
19.  Lewis Williamson Arden + 1m51s553

Abandonos:

Vittorio Ghirelli Comtec 20 voltas
Kevin Magnussen Carlin  18
Richie Stanaway Lotus 13
Lucas Foresti DAMS  7
Carlos Huertas Fortec 5
Kevin Korjus Tech 1 0
Anton Nebylitskiy RFR 0

Prova 2:

No domingo (03/06), Magnussen venceu uma prova marcada pela forte chuva, e um grave acidente, que provocou a bandeira vermelha, de interrupção de prova. Foi a sua primeira vitória na categoria.

Pole-position Magnussen manteve a ponta nas primeiras voltas, após a prova começar com o Safey-Car, devido à forte chuva. No pit stop obrigatório, Magnussen e seu parceiro de equipe Frijns entraram juntos nos boxes, com o holandês saindo em primeiro. Contudo logo depois do retorno a pista, o dinamarquês passou o parceiro na Les Combes, reassumindo a ponta. 

Uma volta depois um forte acidente na Les Combes, provocou a entrada do Safety-Car. O neozelandês Richie Stanaway (Lotus) voou depois de acertar a traseira do carro do colombiano Carlos Huertas (Fortec). Com dificuldades em retirar o piloto do cockpit, a prova foi paralisada em bandeira vermelha.

Quatro carros permaneceram na pista, sem terem feito o pit stop obrigatório, com Magnussen na 5ª posição. Com a prova reiniciada o escocês Lewis Williamson (Arden) e Rosenzweig decidiram permanecer na pista, com ambos cruzando a linha de chegada a frente de Magnussen. 

Pouco depois foi confirmada uma punição de sessenta segundos no tempo final de ambos, com Magnussen sendo confirmado vencedor. O britânico Nick Yelloly

(Comtec) ganhou a posição de Frijns ao fazer o seu pit stop no momento que o SC era acionado. Frijns foi o 3º.

Muller terminou em 4º, seguido por Bird, que foi punido e teve que alinhar no final do grid. O austríaco Walter Grubmuller (P1) fechou os seis primeiros.

Cunha terminou em 11º, seguido por Negrão. Foresti abandonou.

Transferido para um hospital em Paris, Stanaway fraturou duas vértebras no acidente, e só retorna as pistas em 2013.

Bird lidera o campeonato com 70 pontos, seguido por Frijns com 61. Negrão é o 19º com cinco.

A próxima etapa acontece em Nurburgring, na Alemanha, entre os dias 29 de junho e 1º de julho. 

Final, prova 2:

1.  Kevin Magnussen Carlin 18 voltas em  1h02m43.958s
2.  Nick Yelloly Comtec + 2.682s
3.  Robin Frijns Fortec + 6.820s
4.  Nico Muller Draco  + 9.688s
5.  Sam Bird ISR + 12.820s
6.  Walter Grubmuller P1 + 14.643s
7.  Marco Sorensen Lotus + 15.611s
8.  Will Stevens Carlin + 17.457s
9.  Nikolay Martsenko BVM Target + 20.322s
10.  Giovanni Venturini BVM Target + 23.429s
11.  Yann Cunha Pons + 27.977s
12.  Andre Negrão Draco + 28.427s

13.  Kevin Korjus Tech 1 + 29.596s
14.  Daniil Move  P1 + 36.684s
15.  Anton Nebylitskiy RFR + 41.765s
16.  Lewis Williamson Arden + 49.840s
17.  Jules Bianchi Tech 1 + 54.040s
18.  Jake Rosenzweig ISR + 56.803s

Abandonos:

Alexander Rossi Arden 12 voltas
Carlos Huertas Fortec 8
Richie Stanaway Lotus 8
Arthur Pic DAMS 7
Vittorio Ghirelli Comtec 6
Zoel Amberg Pons 6
Mikhail Aleshin RFR 5
Lucas Foresti DAMS 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *