World Series by Renault: Oliver Rowland e Matthieu Vaxiviere vencem na Espanha

O circuito de Motorland Aragón, em Alcaniz, na Espanha, recebeu a abertura da temporada 2015 da World Series by Renault. As vitórias na F-Renault 3.5, principal categoria da WSR, ficaram com o britânico Oliver Rowland (Fortec) e o francês francês Matthieu Vaxiviere (Lotus Charouz) .

Prova 1:

Rowland venceu a primeira prova. O malaio Jazeman Jaafar completou a dobradinha da Fortec. O britânico Dean Stoneman (Dams) fechou o pódio.

Vaxiviere alinhou na pole, mas fez uma largada lenta perdendo muitas posições. O holandês Meindert Van Buuren (Lotus Charouz) assumiu a liderança, seguido por Rowland, Jaafar e Stoneman.

O indonésio Sean Gelael (Jagonya Ayam with Carlin) e o israelense Roy Nissany (Tech 1 Racing) se tocaram e abandonaram. Na liderança, Van Buuren foi punido com vinte segundos, por queimar a largada.

Rowland venceu, seguido por Jaafar e Stoneman, o melhor estreante da prova. Vaxiviere terminou em quarto, com Van Buuren em quinto.

O brasileiro Pietro Fantin (Draco) foi o sexto. O holandês Nyck De Vries (Dams), o canadense Nicholas Latifi (Arden), o francês Tom Dillmann (Carlin) e sueco Gustav Malja (Strakka), que alinhou em último (marcou o segundo tempo, mas foi punido), completaram a zona de pontos.

Estreando na categoria, o brasileiro Bruno Bonifácio, parceiro de Fantin na Draco, terminou na 11ª posição.

O espanhol Roberto Merhi (Pons), piloto da Manor na F-1, abandonou na 20 volta.

Final, prova 1:

1 – Oliver Rowland, Fortec Motorsports, 24 voltas
2 – Jazeman Jaafar, Fortec Motorsports
3 – Dean Stoneman, Dams
4 – Matthieu Vaxiviere, Lotus Charouz
5 – Meindert Van Buuren, Lotus Charouz
6 – Pietro Fantin, International Draco Racing
7 – Nyck De Vries, Dams
8 – Nicholas Latifi, Arden Motorsport
9 – Tom Dillmann, Jagonya Ayam with Carlin
10 – Gustav Malja, Strakka Racing
11 – Bruno Bonifacio, International Draco Racing
12 – Aurelien Panis, Tech 1 Racing
13 – Patric Armand, Pons Racing
14 – Roy Nissany, Tech 1 Racing

Abandonos:

Roberto Merhi, Pons Racing
Alfonso Celis, AVF
Egor Orudzhev, Arden Motorsport
Tio Ellinas, Strakka Racing
Sean Gelael, Jagonya Ayam with Carlin
Beitske Visser, AVF

Prova 2:

Com muita chuva, a prova deste domingo (26/04), começou com o Safety-Car. Mas sem o carro de segurança deixar a pista, a prova foi paralisada em bandeira vermelha, após 13 minutos (dos 40 minutos mais uma volta, programados).

Com a chuva diminuindo a prova recomeçou, novamente com Safety-Car a frente dos carros. Pouco antes de 20 minutos de prova, o carro de segurança foi para os boxes, com a bandeira verde sendo agitada.

De Vries manteve a ponta, seguido por Vaxiviere (nos boxes o carro apagou, mas a equipe conseguiu religar o motor, com o piloto não perdendo a segunda posição do grid). Fantin, que alinhou em quarto, deu uma escapada, e perdeu muitas posições. 

De Vries e Vaxiviere foram juntos para os boxes, para a troca de pneus obrigatória. Os dois voltaram a prova colados. Nos minutos finais, Vaxiviere foi para cima de Vries, com os dois se tocando nas curvas finais, e o francês, por fora, conseguindo a ultrapassagem.

Vaxiviere recebeu a bandeirada com 3s4 de vantagem sobre De Vries. Logo depois da bandeirada, a Direção de Prova anunciou que o toque entre os dois estavam em investigação. A vitória de Vaxiviere foi confirmada.

Rowland completou o pódio. O cipriota Tio Ellinas (Strakka) terminou em quarto, seguido por Dillmann, Van Buuren, Stoneman, Jaafar, o mexicano Alfonso Celis (AVF) e Merhi.

Stoneman foi punido depois da prova, com 25 segundos no tempo final, e caiu para a 12ª posição.

Com a punição do britânico, Bonifácio ganhou uma posição, e com o 10º lugar, conquistou o seu primeiro ponto na categoria. Fantin foi o 11º.

Rowland lidera o campeonato com 40 pontos, seguido por Vaxiviere com 37.

A próxima etapa, a única em rodada simples, acontece em Monte Carlo, Mônaco, no dia 24 de maio.

Final, prova 2:

1 – Matthieu Vaxiviere – Lotus Charouz – 19 voltas – 1.06’48″647
2 – Nyck De Vries – Dams – 3″459
3 – Oliver Rowland – Fortec – 9″926
4 – Tio Ellinas – Strakka – 20″518
5 – Tom Dillmann – Carlin – 26″285
6 – Meindert Van Buuren – Lotus Charouz – 29″111
7 – Jazeman Jaafar – Fortec – 29″607
8 – Alfonso Celis – AVF – 32″629
9 – Roberto Merhi – Pons – 34″717
10 – Bruno Bonifacio – Draco – 48″122
11 – Pietro Fantin – Draco – 49″043

12 – Dean Stoneman – Dams – 54″607 *
13 – Aurelien Panis – Tech 1 – 1’00″323
14 – Nicholas Latifi – Arden – 1’10″161
15 – Sean Gelael – Carlin – 1’11″014
16 – Roy Nissany – Tech 1 – 1’11″100
17 – Patric Armand – Pons – 1’11″787
18 – Egor Orudzhev – Arden – 1’13″303 **
19 – Beitske Visser – AVF – 1’14″210
20 – Gustav Malja – Strakka – 1 volta
* penalizado em 25″
** penalizado em 25″

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *