WRC: Mundial de Rali: Brasileiros já estão na Jordânia

Paulo Nobre e Edu Paula disputarão a sua 2ª etapa no torneio mundial pela categoria P-WRC e tomaram susto com as Especiais durante o levantamento.

A dupla brasileira Paulo Nobre, o Palmeirinha, e Edu Paula (Link Investimentos) já estão na Jordânia, onde disputarão, a partir do dia 1º de abril, a 3ª etapa do Campeonato Mundial de Rally, o WRC. Correndo com um Mitsubishi Lancer Evo X, os brasileiros ocupam a 11ª posição na tabela de pontos da categoria P-WRC após estrear no torneio com a 8ª colocação no Rally da Suécia, no mês de fevereiro.

De acordo com as regras da P-WRC, cada dupla só pode participar de seis provas das nove que a categoria realizará em 2010, sendo que dessas seis, duas tem de ser disputadas fora do continente europeu. Assim, Nobre/Paula correrá na Jordânia a sua segunda prova no ano e a primeira fora da Europa. “Como sempre digo, gosto de ganhar até em par ou ímpar, logo, é claro que gostaria de ir para a Jordânia para vencer o P-WRC, mas o Edu e eu somos conscientes que a concorrência, seja na neve, seja na terra ou areia, como deve ser essa prova, tem muito mais bagagem que nós e tentar ir para uma briga franca com eles seria o mesmo que “Sansão e Golias”, só que na vida real. Ou seja, um massacre! Temos que comer pelas beiradas e ter cabeça para buscar mais alguns pontos no campeonato.”, disse Nobre

Se na Suécia os brasileiros enfrentaram muito frio e neve, agora eles terão de passar por muito calor e terra. “Correr na neve na Suécia foi uma grande experiência e agora vamos trocar a água pelo vinho. Vamos para um local bem quente e com um piso de terra e areia. Se fosse comparar com algum rali no Brasil, diria que é do genero do de Ouro Branco, em Minas Gerais, só que mais ‘nervoso’! O piso é bem liso com muito cascalho miúdo e solto, as Especiais são bem estreitas e muito sinuosas, com curvas fechadas. Nas áreas de fora da estrada ou se encontra pedras ‘gente grande’, valas que se o carro entrar só com trator para tirar, ou despenhadeiros que vão de 5 a 100 metros! Confesso que deu uma “assustada”, mas na hora da prova, com carro de rali, pneus apropriados e todo o aparado de seguranca acho que a coisa muda de figura!”, revelou o piloto brasileiro.

O Rally da Jordânia terá Início na quinta-feira (1º de abril) com a disputa de sete Especiais. Na sexta-feira serão realizados seis SS”s e no sábado um. Ao final da disputa, pilotos e navegadores terão percorrido mais de 911 quilômetros, sendo que 339 quilômetros de trecho cronometrado.

A classificação da categoria P-WRC do Campeonato Mundial e Rally está assim:
1º Armindo Araújo/Miguel Ramalho (Portugal), 40 pontos
2º Patrik Flodin/ Goran Bergsten (Suécia), 25
3º Anders Grondal/Veronica Engan (Noruega), 18
4º Toshi Arai/Daniel Barritt (Japão), 18
5º Gianluca Linari /Paolo Gregoriani (Itália), 16
11º Paulo Nobre/Edu Paula (Brasil), 4 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *