World Series: Brasileiros Cordeiro e Cantelli impressionam em teste na World Series by Renault

Como prêmio pela performance de 2009, atual campeão e vice da F3 Sul-americana experimentaram carro da equipe Tech1 Racing no circuito espanhol de Aragon.

A temporada 2009 da F3 Sulamericana terminou há mais de quatro meses, mas o campeão e o vice da última temporada, Leonardo Cordeiro e Cláudio Cantelli, continuam colhendo os frutos da bela performance no ano passado.

 

E que frutos: Cordeiro e Cantelli estiveram neste final de semana no circuito espanhol de Aragón, participando dos testes da World Series by Renault – categoria similar à GP2, mas com motores V6, ao invés de V8 – como prêmio pelo campeonato e vice de 2009.

 

A dupla acelerou o Dallara de 500cv de potência da Tech1 Racing, equipe associada ao Red Bull Junior Team, o programa de desenvolvimento de pilotos da Red Bull, uma das apoiadoras da F3 Sul-americana. Cada um teve um dia inteiro na máquina que será do neozelandês Brendon Hartley nessa temporada. Cantelli marcou 1:44.948 como melhor volta, e Cordeiro, 1:45.026, resultados considerados “muito bons” por Florent Gouin, engenheiro-chefe da World Series by Renault.

 

“Trata-se de um grande salto, de um carro de F3 para um Renault V6, cerca de o dobro da potência. Ambos deram bom feedback técnico e se saíram muito bem para pilotos com pouca experiência em carros maiores”, disse Gouin. “Eles sofreram um pouco com o cansaço, mas isso é normal na primeira vez que se guia um carro bem mais potente”.

 

Cantelli concordou com o engenheiro: “Realmente, é como guiar um carro de outro planeta. Muito exigente, fisicamente”, admitiu o paranaense de 19 anos. “É uma categoria altamente competitiva; os outros pilotos progrediram bastante em termos de tempo de volta no segundo dia. Mas estou satisfeito com a minha performance”.

 

Já Cordeiro se impressionou com o potencial do Dallara-Renault: “É um carro com bastante potência e aderência, e que freia muito bem”, disse o piloto paulista, também de 19 anos, e que dominou a disputa da F3 em 2009. “E o circuito de Aragon é muito técnico, por isso esse teste foi um grande desafio e uma ótima preparação para minha temporada desse ano”. Cordeiro disputará em 2010 a GP3 pela equipe MW Arden, que tem o piloto e o chefe da equipe Red Bull Racing na F1, Mark Webber e Christian Horner, como sócios-proprietários.

 

Hartley, o “dono” do bólido da Tech1, teve 1:42.751 como sua volta mais rápida no teste de Aragon – mas, ao contrário dos brasileiros, teve dois dias a bordo do carro. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *