WTCC: Mehdi Bennani e Robert Huff vencem em Macau

O marroquino Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée/Sébastien Loeb Racing) e o britânico Robert Huff (Citroën C-Elysée/Munnich) foram os vencedores da etapa de Macau, disputada no Circuito da Guia, montado nas ruas da ex-colônia portuguesa na China, penúltima etapa da temporada.

Prova 1:

Bennani venceu a primeira prova, encurtada devido a um acidente. O holandês Tom Coronel (Chevrolet RML Cruze/ ROAL) e o japonês Ryo Michigami (Honda Civic/Honda JAS) completaram o pódio.

Bennani liderava a prova, quando na oitava volta o húngaro Norbert Michelisz (Honda Civic/ Honda JAS) levou um toque do parceiro de equipe, o argentino Esteban Guerrieri, eacertou o muro na Police Bend. Com a pista bloqueada e a bandeira vermelha agitada, a prova foi encerrada.

Com o regulamento, em caso de encerramento em bandeira vermelha, prevendo a classificação final obedecendo a ordem de duas voltas antes, Bennani foi declarado vencedor, seguido por Coronel e Michigami (primeiro japonês a subir ao pódio no WTCC).

Líder do campeonato o sueco Thed Bjork (Volvo S60/Volvo) terminou em quarto, seguido por Michelitsz e Guerrieri.

Huff, o britânico Tom Chilton (Citroën C-Elysée/ Sébastien Loeb Racing), o holandês Nicky Catsburg (Volvo S60/Volvo) e o norte-americano Kevin Gleason (Lada Vesta/RC Motorsport) completaram os dez primeiros.

Final, prova 1:

1 – Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée) – Loeb – 5 voltas em 12’25”862
2 – Tom Coronel (Chevrolet RML Cruze) – ROAL – 1”952
3 – Ryo Michigami (Honda Civic) – Honda JAS – 3”265
4 – Thed Bjork (Volvo S60) – Volvo – 3”627
5 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Honda JAS – 4”577
6 – Esteban Guerrieri (Honda Civic) – Honda JAS – 5”379
7 – Robert Huff (Citroën C-Elysée) – Munnich – 6”635
8 – Tom Chilton (Citroën C-Elysée) – Loeb – 8”068
9 – Nicky Catsburg (Volvo S60) – Volvo – 10”688
10 – Kevin Gleason (Lada Vesta) – RC Motorsport – 12”041
11 – John Filippi (Citroën C-Elysée) – Loeb – 13”946
12 – Yann Ehrlacher (Lada Vesta) – RC Motorsport – 14”592
13 – Nestor Girolami (Volvo S60) – Volvo – 18”512
14 – Qing Hua Ma (Citroën C-Elysée) – Loeb – 18”683
15 – Daniel Nagy (Honda Civic) – Zengo – 25”074
16 – Zsolt Dávid Szabó (Honda Civic) – Zengo – 37”025
17 – Mak Ka Lok (Lada Vesta) – RC Motorsport – 46”075
18 – Po Wah Wong (Chevrolet RML Cruze) – Campos – 2’00”220

Volta mais rápida: Robert Huff 2’26”469

Prova 2:

Huff venceu a prova principal. Se tornando o maior vencedor da história de Macau, com nove vitorias. Michelisz e Chilton completaram o pódio.

Com a pista molhada a prova começou com o Safety-Car a frente dos carros. Pole-position Huff manteve a ponta na largada, sendo pressionado por Mchelisz (que teve os reparos do carro prontos pouco antes do alinhamento para o grid) nas primeiras voltas.

Com Michelisz perdendo rendimento, Huff abriu uma confortável vantagem. Michelitsz passou então a ser pressionado por Chilton e Guerrieri, que vinham logo atrás. Guerrieri chegou a passar Chilton, mas levou uma bandeira preta e branca (atitude antidesportiva) e foi superado por Chilton na volta final.

No final Huff cruzou a linha de chegada com 8s142 de vantagem sobre Michelitsz. Chilton, meio segundo atrás de Michelisz, completou o pódio.

Guerrieri foi o quarto, seguido por Bjork e Coronel. Bennani, Gleason, o argentino Nestor Girolami (Volvo S60/ Volvo) e o húngaro Zsolt Dávid Szabó (Honda Civic/Zengo) fecharam a zona de pontos.

Bjork lidera o campeonato com 255,5 pontos, seguido por Michelisz com 249 e Bennani com 216.

A última etapa acontece no dia 01 de dezembro, no Circuito de Losail, no Catar.

Final, prova 2:

1 – Robert Huff (Citroën C-Elysée) – Munnich – 13 voltas em 38’15”740
2 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Honda JAS – 8”142
3 – Tom Chilton (Citroën C-Elysée) – Loeb – 8”684
4 – Esteban Guerrieri (Honda Civic) – Honda JAS – 9”228
5 – Thed Bjork (Volvo S60) – Volvo – 21”237
6 – Tom Coronel (Chevrolet RML Cruze) – ROAL – 25”818
7 – Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée) – Loeb – 28”693
8 – Kevin Gleason (Lada Vesta) – RC Motorsport – 31”583
9 – Nestor Girolami (Volvo S60) – Volvo – 34”326
10 – Zsolt Dávid Szabó (Honda Civic) – Zengo – 41”598
11 – Daniel Nagy (Honda Civic) – Zengo – 57”796
12 – Qing Hua Ma (Citroën C-Elysée) – Loeb – 1’07”945
13 – Nicky Catsburg (Volvo S60) – Volvo – 1’22”466
14 – Yann Ehrlacher (Lada Vesta) – RC Motorsport – 1’23”361
15 – Ryo Michigami (Honda Civic) – Honda JAS – 1’51”491
16 – John Filippi (Citroën C-Elysée) – Loeb – 2’03”720
17 – Mak Ka Lok (Lada Vesta) – RC Motorsport – 2’32”928

Volta mais rápida: Qing Hua Ma 2’47”045

Não largou:

Po Wah Wong (Chevrolet RML Cruze) – Campos –

Campeonato:

1. Bjork 255,5; 2. Michelisz 249; 3. Bennani 216; 4. Catsburg 211,5; 5. Chilton 210,5; 6. Guerrieri 205; 7. Monteiro 200; 8. Huff 183; 9. Girolami 112; 10.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *