WTCC: Tiago Monteiro comemora acordo com Honda

Português de origem brasileira começa na nova equipe ainda este ano

Um dos nomes mais conhecidos da atual geração do WTCC – Mundial de Carros de Turismo, graças ao pódio conquistado com o terceiro lugar no GP dos Estados Unidos pela Jordan na temporada de Fórmula 1 de 2005, o português Tiago Monteiro ganhou um presente de Natal antecipado: nesta semana, dias antes da etapa brasileira da categoria que será realizada domingo em Curitiba, o piloto que completa 32 anos na próxima terça-feira foi anunciado como um dos eleitos da Honda na estreia da montadora japonesa no WTCC em 2013.

Filho de um português com uma brasileira de Belém, Monteiro não esconde o orgulho pela escolha da Honda, onde será companheiro de equipe do italiano Gabriele Tarquini, campeão do WTCC em 2009 e, aos 50 anos, ainda um dos pilotos mais competitivos do grid. Depois de defenderem juntos o time oficial da SEAT, ambos continuam representando a marca espanhola, mas agora pela equipe independente Sunred. “É a volta da Honda às competições depois da saída da Fórmula 1 em 2008”, lembra. “O projeto é muito sério, com uma grande estrutura”, disse.

Tiago está começando a se despedir da SEAT. Depois de Curitiba, correrá pela última vez com o SEAT León 1.6, com o qual venceu quatro provas desde 2007, em Sonoma (EUA). Na fase asiática, em Suzuka, Xangai e Macau, já estará ao volante do Civic, iniciando o desenvolvimento do modelo que a Honda escolheu para representá-la nas pistas. Monteiro admite que a separação não foi das mais tranquilas. “Não precisei pagar pela rescisão porque chegamos a um acordo. Na verdade, como estamos no fim do contrato, deu para acertar. Se fosse no ano passado, seria mais difícil”, observou. O vínculo com a Honda terá duração de dois anos.

Casado e com dois filhos pequenos, Monteiro tem uma irmã mais nova – Bárbara – que tenta a carreira como cantora em Portugal. “Ela se apresenta em clubes noturnos, ainda está começando, e não é fácil”, diz. Amigo de Bruno Senna, com quem correu em 2009 em provas de longa duração com as 24 Horas de Le Mans, Monteiro é também dono da Ocean Racing Technology, equipe da Fórmula GP2. Como a fase é favorável, seus pilotos conquistaram nesta sexta-feira debaixo de chuva em Hockenheim (Alemanha) o melhor resultado em treinos classificatórios da temporada. O holandês Nigel Melker foi o 4º e o paulista Victor Guerin terminou em 8º, à frente do líder do campeonato Luiz Razia, 10º no grid da prova de amanhã, a primeira da rodada dupla. Pelo celular, Monteiro recebeu as informações assim que a bandeira quadriculada foi baixada no circuito alemão. “Nosso carro parece que vai melhor no molhado. De qualquer forma, estou feliz porque é difícil competir com dois pilotos novatos”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *