500 Milhas Granja Viana: Negri abandonou após ter liderado a prova

A 10ª edição da 500 Milhas Granja Viana foi vencida pelos pilotos Antonio Francesco ventre, José Eduardo Ventre, Bruno Pacetti e Otávio Bonder, da equipe gaúcha MG Polipetro. As 644 voltas da prova duraram 10h36m26. A outra equipe gaúcha, Targh 400, considerada uma das favoritas à vitória, e onde competiu o brasileiro Oswaldo Negri jr, acabou traida pelos problemas e não completou a prova.

 


Negri largou da terceira posição no grid, e imediatamente assumiu o segundo lugar. Durante as primeiras horas da corrida, foi esta posição que a equipe ocupou. Os pilotos foram se alternando na condução e sempre mantendo o ritmo, e chegou-se a pensar realmente, que a equipe Campeã Brasileira de Endurance, conseguiria vencer a prova.
 
Em determinado momento da corrida, os karts da equipe ocupavam a primeira posição e também o quarto lugar. Após cinco horas de prova, a equipe teve problemas e ambos os karts despencaram na classificação.
 
“Um dos nossos kart teve um problema de motor, e com 505 voltas quebrou. Ficamos fora de combate, e a equipe passou a se concentrar no kart restante, coincidentemente aquele com o qual largamos em terceiro”, contou Negri.
 
O esforço e o trabalho da equipe se concentrou no kart# 41, e da 41ª colocação se recuperaram até o 10º lugar. O desempenho de Negri e companhia era espetacular, e de longe eram os mais rápido na pista. Trinta e sete voltas após o primeiro kart da Targh 400 abandonar a prova, o segundo também sofreu um problema que o obrigou a deixar a competição.
 
“Primeiro fui obrigado logo após o reabastecimento a voltar aos boxes, por um problema na bomba de combustível. Logo em seguida um vazamento de combustível do tanque nos tirou de vez da prova. Sofri queimaduras nas pernas, mas felizmente não foi nada sério”, disse o piloto. “Agradeço muito a toda equipe, primeiro pelo convite, depois pela dedicação. Infelizmente não deu, mas ano que vem vamos estar novamente brigando por este título”, finalizou Negri.
 
O brasileiro já está de volta aos Estados Unidos, onde nos dias 05 e 06 de dezembro treina para temporada 2007 da Grand American Rolex Sport Car Series. Negri defende na Grand-Am, a equipe Michael Shank Racing, ao lado do sul-africano Mark Patterson.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *