Após assaltos, prefeitura fala em reforçar segurança em Interlagos

Penúltima etapa do Mundial de Fórmula 1, o Grande Prêmio Brasil será disputado em novembro, no autódromo de Interlagos. Nesta quarta-feira, após a vistoria da pista, a prefeitura de São Paulo falou em reforçar a segurança do circuito neste ano, já que equipes foram assaltadas na edição 2017 da prova.

No ano passado, funcionários da Mercedes foram assaltados quando deixavam o autódromo, localizado na Zona Sul de São Paulo. O episódio gerou cobranças do piloto Lewis Hamilton por maior segurança no circuito paulistano.

Um dia depois, também à noite, membros da Sauber foram abordados na saída do autódromo. Na ocasião, um carro chegou a bater na lateral da van do time suíço, para fazer com que ela parasse num ponto em que não havia policiamento. Não houve feridos em ambos os casos.

“A segurança é uma questão do governo do Estado, mas não quer dizer que não está sendo cuidada. A Prefeitura em conjunto com a guarda municipal nesta questão para reforçar a segurança”, afirmou Vitor Aly, secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras.

A tendência, portanto, é que o entorno do Autódromo José Carlos Pace receba um maior efetivo policial no final de semana do GP Brasil. “O evento não é nosso, mas a Prefeitura está à disposição, para que não tenhamos mais ocorrências como no ano passado”, disse o prefeito Bruno Covas.

De acordo com o político do PSDB, foram investidos R$ 41 milhões em infraestrutura e R$ 7,5 milhões em reformas para o GP Brasil deste ano. A ideia, segundo ele, é aumentar a segurança aos profissionais também na parte interna do circuito.

“Foram feitas adaptações na pista para dar mais segurança aos pilotos em função do aumento da velocidade média dos carros. A Prefeitura vai fazer tudo o que for possível para termos um excelente GP”, assegurou Covas.

“Fizemos algumas obras de manutenção. O asfalto continua perfeito, fizemos um pedaço de recape por orientação da própria FIA (Federação Internacional de Automobilismo), a pintura na área do escape, o revestimento do pit lane. As alterações têm de ser as menores possíveis”, concluiu Vitor Aly.

Com 358 pontos, o britânico Lewis Hamilton se tornou pentacampeão mundial de Fórmula 1 no último domingo, no México, a três etapas do fim da competição. O GP Brasil de Fórmula acontece de 9 a 11 de novembro, em Interlagos, São Paulo.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *