Brasileiros assumem a vice-liderança do Merzouga Rally

Foi outro dia cansativo no deserto, mas extremamente prazeroso. Afinal, na quarta-feira (18/4) os brasileiros Bruno Varela e Gustavo Gugelmin (South Racing Can-Am/Norton/Arisun/ Blindarte/Divino Fogão/Tecmin 4×4) terminaram a terceira etapa do Merzouga Rally na segunda colocação, e com isto assumiram a vice-liderança da competição no Marrocos, conhecida como mini-Dakar.

“Foi um dia difícil, com muita navegação, pedras, obstáculos, dunas, rios secos com pedras. Etapa digna de Dakar”, comentou o navegador catarinense, que no começo deste ano venceu o Rally Dakar ao lado de Reinaldo Varela, pai de Bruno.

O terceiro dia de prova foi o início da etapa Maratona, em que as equipes não tiveram o direito a dar assistência mecânica no final do dia. A manutenção ficou à cargo das duplas. Os mecânicos terão acesso aos UTV apenas ao final da quinta-feira (19/4), após cerca de 550 quilômetros de competição.

“O bom é que o nosso Can-Am Maverick X3 não deu trabalho para nós. Eu e o Gustavo checamos tudo, reapertamos os parafusos e vamos em frente para tentar diminuir a desvantagem de 16 minutos que temos. A confiança está maior a cada dia nesta minha primeira experiência internacional”, atesta Bruno Varela, atual campeão brasileiro de Rally Baja e do Rally dos Sertões.

A quinta-feira (19/4) marca o penúltimo dia do mini-Dakar e o encerramento da etapa Maratona, onde os competidores não tiveram ajuda dos mecânicos de suas equipes desde quarta-feira cedo. O deslocamento inicial de 36 quilômetros a partir de Merzouga permitirá que os competidores tenham a chance de apreciar a beleza do deserto marroquino nesta parte não cronometrada da rota.

Quando estiverem na Especial de 233 quilômetros, os concorrentes encontrarão uma primeira parte de dunas, que os conduzirá a trilhas mais rápidas até chegarem ao planalto de Errachidia, onde um labirinto de trilhas complicará a navegação até Erfoud. Depois poderão aproveitar a deslumbrante vista panorâmica nos 103 quilômetros de ligação com o acampamento, onde finalmente receberão o serviço de assistência mecânica.

Os primeiros de UTV no terceiro dia do Merzouga Rally foram:
1) Ruben Faria/Pedro Velosa (Portugal), 4h07min04s;
2) Bruno Varela/Gustavo Gugelmin (Brasil), 4h16min05s;
3) Casey Currie (Estados Unidos), 4h31min45s;
4) Frederic Pitout (França)/Eugene Decré (Chechênia), 4h32min32s;
5) Joel Labille/Renaud Nivel (França), 4h39min30s;
6) Juan Miguel Medero/Guillermo Artolachipi (Espanha), 4h42min35s;
7) Frederic Henricy/Eric Bersey (França), 4h43min47s;
8) Eric Culus/David Cadete (França), 4h44min26s;
9) Annett Fischer (Alemanha)/Filipe Palmeiro (Portugal), 4h47min20s;
10) Bruno Martins (Espanha)/Pedro Silva (Portugal), 4h55min43s.

Depois de três dias, o resultado acumulado do Merzouga Rally está assim:
1) Ruben Faria/Pedro Velosa (Portugal), 12h19min41s;
2) Bruno Varela/Gustavo Gugelmin (Brasil), a 16min50s;
3) Casey Currie (Estados Unidos), a 20min38s;
4) Annett Fischer (Alemanha)/Filipe Palmeiro (Portugal), a 1h33min37s;
5) Eric Abel/Christian Manez (França), a 1h34min33s;
6) Frederic Henricy/Eric Bersey (França), a 2h03min08s;
7) Juan Miguel Medero/Guillermo Artolachipi (Espanha), a 2h04min54s;
8) Carlos Checa/Marc Serra Jove (Espanha), a 2h07min44s;
9) Camelia Liparoti/Fina Roman (Espanha), a 2h33min30s.
10) Benoit Lepietre/Aurelie Sifferlen (França), a 2h50min32s.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *