ChampCar: Allmendinger vence em Elkhart Lake

O norte-americano A.J.Allmendinger, da Forsythe, venceu neste domingo (24/09) o GP de Elkhart Lake, 12º etapa da temporada. Foi a quinta vitória de Allmendinger no ano. O brasileiro Bruno Junqueira, da Newman-Haas foi o 2º, com o líder da temporada, o francês Sebastien Bourdais, fechando o pódio.

 


Na largada Bruno Junqueira se envolveu em um acidente com Will Power, do Team Australia, e Jan Heylen, da Dale-Coyne. Power ficou preso na brita esperando ajuda para retornar a pista, enquanto Junqueira e Heylen foram aos boxes reparar seus carros.


 


Com a bandeira amarela acionada Justin Wilson foi penalizado, na 3º volta, por ter queimado a largada, caindo do 4º para o 7º lugar. Na volta seguinte a bandeira verde foi dada. Bourdais assumiu a ponta.


 


Bourdais fez seu pit stop na 16º volta, mantendo a ponta depois que todos pararam. Junqueira, se recuperando, era o 9º, e passou a adotar uma tática diferente de parada nos boxes.


 


Na 27º volta o estreante uruguaio Juan Cáceres, da Dale-Coyne, ficou preso na brita depois de escapar na curva 6. Com a bandeira amarela todos aproveitaram para um novo pit stop, com Wilson e Allmendinger passando Bourdais nos boxes. Junqueira, que não parou, assumiu a liderança. A relargada aconteceu na 29º volta.


 


Junqueira liderava com o francês Nelson Phillipe, da CTE-HVM, em 2º. Na 40º volta, o francês parou nos boxes e na seguinte foi a vez de Junqueira. Nas voltas seguintes os demais lideres também pararam. Bourdais retomou a liderança, seguido por Allmendinger, Junqueira e Wilson.


 


Na 45º volta Bourdais foi ultrapassado por Allmendinger e Junqueira. Logo depois, na 46º volta, a norte-americana Katherine Legge, da PKV Racing, bateu forte. Ela perdeu parte do aerofólio traseiro na curva 12, a mais de 250 km/h. A bandeira vermelha, de interrupção de prova, foi dada pela organização, na volta seguinte. Legge foi retirada do carro com ferimentos leve, deixando o carro consciente. Antes de entrar andando no centro médico do circuito ela fez um sinal de positivo. Ela machucou apenas o joelho.


 


A prova foi reiniciada 40 minutos depois, e depois de uma volta de aquecimento, foram mais duas voltas em bandeira verde. Junqueira pressionou, tentando a sua primeira vitória desde o ano passado, mas chegou 0s674 atrás de Allmendinger.


 


Faltando duas provas para o final da temporada, Bourdais lidera com 338 pontos, contra 280 de Allmendinger.


 


A próxima etapa acontece no dia 22 de outubro, em Surfer’s Paradise, na Austrália.



Final:


1) A. J. Allmendinger (EUA/Forsythe), 2h36min44s637
2) Bruno Junqueira (BRA/Newman-Haas), a 0s674
3) Sébastien Bourdais (FRA/Newman-Haas), a 0s988
4) Oriol Serviá (ESP/PKV), a 2s637
5) Justin Wilson (ING/RûSPORT), a 3s763
6) Dan Clarke (ING/CTE-HVM), a 4s746
7) Charles Zwolsman (HOL/Conquest), a 5s537
8) Andrew Ranger (CAN/Conquest), a 7s358
9) Jan Heylen (BEL/Dale Coyne), a 8s667
10) Paul Tracy (CAN/Forsythe), a 9s017
11) Alex Tagliani (CAN/Team Australia), a 13s172
12) Mario Domínguez (MEX/Rocketsports), a 20s151
13) Will Power (AUS/Team Australia), a 1 volta
14) Nelson Philippe (FRA/CTE-HVM), a 1 volta
15) Juán Cáceres (URU/Dale Coyne), a 1 volta


Campeonato:


1) Sébastien Bourdais, 338 pontos
2) A.J. Allmendinger, 280
3) Justin Wilson, 269
4) Paul Tracy, 184
5) Nelson Philippe, 182
6) Bruno Junqueira, 177
7) Will Power, 175
8) Oriol Serviá, 169
9) Mario Domínguez, 169
10) Dan Clarke, 168
 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *