ChampCar: Bruno Junqueira briga pela pole e sonha com a vitória

Categoria norte-americana de origem, mas internacional por conta do calendário, com provas em cinco países de três continentes, a F-Mundial desembarca, neste fim de semana, em território canadense. O GP de Toronto, no domingo (9) é a primeira das três paradas em território canadense e promete esquentar a briga pelas primeiras posições no campeonato, especialmente após o acidentado GP de Cleveland.

Segundo colocado no traçado do Burke Lakefront Airport, há duas semanas, mesmo depois de perder a asa traseira ao ser atingido pelo Lola/Cosworth de Paul Tracy na largada, o mineiro Bruno Junqueira (Banco Rural/Telemont/Grupo A &C) vem em fase ascendente e espera brigar pela vitória nas ruas do Exibition Place. O piloto da Newman-Haas ganha hoje a pista para duas sessões de treinos livres e a primeira qualificação, a partir das 15h20 (de Brasília), disposto a fazer valer o ótimo retrospecto no circuito de 2.822 quilômetros de extensão.

Bruno, que não participou da edição de 2005, já que se recuperava do acidente nas 500 Milhas de Indianápolis, larga em uma das duas primeiras filas desde a corrida de 2002. Naquele ano, largou em terceiro lugar. Em 2003, seu primeiro ano na Newman-Haas, saiu em segundo e recebeu a bandeirada em terceiro. No GP de 2004, largou novamente na terceira posição. Apesar dos muros bastante próximos, do traçado muitas vezes estreito e com poucas oportunidades de ultrapassagem, o mineiro é um fã da pista e sabe da importância de um bom desempenho nos treinos para sonhar com mais um pódio. “O público aqui é fantástico e, quanto à pista, a curva 3 é o ponto principal, já que chegamos a 300 km/h e somos obrigados a frear forte e reduzir para primeira marcha”, explica.

“Na última etapa subi ao podio e agora estou ansioso por buscar a minha primeira vitória do ano. Vou trabalhar duro para que aconteça já aqui, adoro essa pista e tenho um ótimo retrospecto aqui”, prossegue. Depois de um início de campeonato acidentado – em Long Beach e Milwaukee foi atingido, sem qualquer culpa, pelo mexicano Mario Domínguez, então na equipe Forsythe, Bruno tem sido responsável por uma recuperação impressionante e já ocupa a oitava posição na classificação do campeonato. Se repetir ou superar o desempenho de Cleveland, o mineiro pode terminar o fim de semana na quarta posição, mais um motivo para otimismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *