ChampCar: Diretor de Elkhart Lake não sabe como tragédia com Da Matta aconteceu

O diretor de comunicação do autódromo de Elkhart Lake, em Wiscosin, Estados Unidos, Julie Sebranek, disse nunca ter ouvido falar de uma situação semelhante àquela que aconteceu nesta quinta-feira, 3, com o brasileiro Cristiano da Matta.

O piloto da equipe RuSport, na ChampCar, participava de um treino aberto quando, entre as curvas 5 e 6 do circuito atropelou um veado, que acabou acertando a cabela do piloto. Da Matta passou por uma cirurgia de emergência e agora segue internado e em coma induzido.

“O circuito está aqui há 50 anos. É muito, muito incomum”, diz Julie Sebranek. A pista, que fica no meio de terra de reflorestamento, é cercada por uma grade de aproximadamente 2,5 m de altura com mais um rolo de arame farpado em cima.

Quando questionado sobre o modo como o veado entrou na pista, Sebranek disse: “Eles devem saber como pular a cerca de 2,5 m. É algo estranho e nós mantemos a propriedade como em um dia comum”. Da Matta ficará em coma induzido por 48 horas.

Fonte: Amigos da Velocidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *