Coluna: “Bandeira Quadriculada…”, por Vitor Senna

Com o final da temporada 2004 do automobilismo brasileiro, não podemos negar que esse foi um dos melhores anos em relação a crescimento, competitividade e sucesso de público.
E engana-se quem imagina que estou falando da Fórmula 1 ou alguma categoria monoposto; estou falando de automobilismo nacional, categorias conhecidas como turismo.

No topo temos a Stock Car, que se firma como a principal categoria brasileira, sendo considerada a quinta melhor categoria turismo do mundo. Desde a implantação dos motores V8 no certame que a categoria vem crescendo ano a ano.

As corridas da Stock Car V8 e V8 Light têm sido emocionantes. A grande competitividade atrai cada vez mais o público, e assim a categoria só tem a crescer, pois mais público, significa mais atenção da mídia, que representa mais exposição aos patrocinadores… É tudo uma reação e cadeia, e quem tem a ganhar são todos.

Um fato a ser discutido é esse grande crescimento da Stock Car: todo crescimento tem que ser verificado com muito cuidado para que haja realmente o crescimento da categoria, e não um inchaço da mesma.

Dentro e fora das pistas a Stock vem mostrando seu sucesso. Como já relatei aqui anteriormente, pela primeira vez temos uma “dança das cadeiras” nacional. Depois da bandeirada final em Interlagos, já no dia seguinte acontecia o último teste coletivo da categoria, com vários pilotos sendo testados por diversas equipes diferentes, pilotos que mudarão de equipe na próxima temporada estreando pelos novos times, e até o início da temporada 2005, muito ainda pode acontecer.

E não é só de Stock Car que vivemos: outra categoria que cresceu muito em 2004 é a Pickup Racing: é a primeira categoria no mundo que corre utilizando o GNV (Gás Natural Veicular). Além de ser uma categoria multimarca com excelente competitividade, recebendo elogias até do nosso bicampeão de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi que assistiu a última etapa que aconteceu no Rio de Janeiro.

Esse ano na Pickup tivemos o tetra campeonato do piloto do Rio Grande do Sul João Campos: diga-se de passagem, Campos é o único campeão da categoria, vencendo todos os campeonatos (2000, 2001, 2002, 2003 e 2004). Porém, esse ano as coisas não foram nada fáceis, e ainda o título poderá mudar para as mãos de Nelson Bazzo.

Explico: o vencedor da etapa do Rio de Janeiro foi Alessandro da Cas, seguido de Bazzo e Campos. Porém da Cas poderá ser desclassificado, devido a uma irregularidade técnica no carro. Assim, Bazzo venceria a prova, seguido de Campos, o que tornaria Nelson Bazzo campeão da temporada 2005.

Também não podemos esquecer a Fórmula Truck que já se consagra como categoria de grande sucesso de público e mídia. Outro grande crescimento que podemos acompanhar nos últimos tempos são os campeonatos de arrancada. Antes consideramos marginais pela sociedade, agora a grande organização, principalmente nas etapas de Curitiba, faz desse campeonato um grande sucesso junto ao público, que adoram ver aquelas máquinas fantásticas cortando as grande retas dos autódromos brasileiros.

A temporada 2004 do nosso automobilismo chegou ao fim, mas muito coisa ainda precisará ser definida para o certame 2005, veja abaixo algumas novidades para o próximo ano:

– Roberto Carlos na Stock I: o jogador Roberto Carlos do Real Madrid será proprietário de um time da Stock Car V8 em 2005. Em sociedade com Eduardo Bassani e João Siqueira, nasce a RC3-Bassani que contará com o piloto Chico Serra em seu cockpit; a equipe terá patrocínio da Orbitall, Unidas e Contax.

– Roberto Carlos na Stock II: a RC3, empresa de Roberto Carlos gerencia a carreira do piloto Tiago Camilo. Nada muda para o piloto nesse momento; sua carreira continua sendo gerenciada pela RC3, e ele permanece na Vogel para a temporada 2005.

– Testes coletivos: Luciano Burti e Christian Fittipaldi participaram dos testes coletivos que a Stock Car realizou em Interlagos após a última etapa. Burti utilizou um carro da RC, enquanto Fittipaldi treinou no carro da WWB, equipe que seu pai Wilson Fittipaldi Jr. faz parte. Até o momento, nenhum dos dois foi definido para o próximo ano.

– Pickup Racing: a definição do título da Pickup Racing deverá acontecer apenas em janeiro. Estão sendo analisadas as peças do motor do piloto carioca Alessandro da Cãs; se o carioca for desclassificado, o título muda de mão, e depois de três campeonatos seguidos, teremos um novo campeão: Bazzo! Vamos aguardar.

– João Campos: o campeão da temporada 2004 da Pickup Racing (pelo menos até o momento) recebeu convite para participar da Stock Car V8 em 2005, abriu negociações com algumas equipes, mas até o momento nada ainda foi definido. Patrocínio o piloto já tem, pois as empresas já afirmaram patrocinar Campos em qualquer categoria que venha a correr. Stock Car ou Pickup Racing são as opções do gaúcho, mas uma definição só deverá acontecer no início do ano.

– Renault Clio: deu a lógica em Interlagos, e René Bauer sagrou-se campeão. Para a próxima temporada, vou tentar acompanhar o campeonato mais de perto para poder passar mais informações aos amantes da categoria.

– Monopostos: na Fórmula Renault tivemos como campeão Daniel Serra, filho do tricampeão da Stock Car Chico Serra, porém Alexandre Foizer já entrou com recurso e promete melar o campeonato. Na Fórmula 3 Sul-americana tivemos a estréia dos motores Berta em Interlagos, e Xandinho Negrão, filho de Xandy torna-se campeão de 2004. No próximo ano, Xandinho formará dupla com Nelson Ângelo Piquet na recém formada GP2.

– Novo email: estou com novo email pessoal; quem quiser entrar em contato comigo, para dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outra coisa, pode escrever para vitorgarcia@speedracing.com.br.

A todos os amigos, gostaria de deseja um ótimo Natal e um 2005 cheio de vitórias, pole-positions e melhores voltas em nossas vidas. No próximo ano, com certeza estaremos juntos acompanhando todas as ultrapassagens pelas mais diversas pistas e categorias brasileiras. Nos vemos nas pistas!

Um grande abraço a todos
Vitor “Senna” Garcia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *