Copa Clio: Experiência é aposta de Wagner Cardoso para vencer em Vitória

Piloto paulista busca a segunda vitória seguida e a terceira no ano para se aproximar de José Cordova.

Quando se trata do circuito mais difícil da temporada, nas estreitas ruas de Vitória (ES), a experiência sempre pesa de forma favorável na Copa Clio. É o que afirma o piloto com o maior número de corridas disputadas na categoria, Wagner Cardoso, que neste domingo (09) busca sua segunda vitória consecutiva, a terceira no ano, para se aproximar de vez do líder do campeonato, José Cordova. Em boa fase, ele gostou do retorno do traçado urbano ao calendário, por ser uma de suas pistas favoritas e, principalmente, pela vontade que tem de ganhar na capital capixaba.

“Eu sempre andei muito bem em Vitória, mas nunca consegui vencer. É um assunto mal resolvido”, afirma. De fato, ele foi apenas uma vez ao pódio, em 2003, com um quinto lugar. “Sempre aconteceram coisas que atrapalharam os meus resultados. No ano passado, estava em segundo quando me envolvi num acidente. Mas a pior de todas foi em 2004. Eu alinhei em segundo no grid e não larguei porque o carro quebrou ali mesmo. Se tem uma coisa que eu quero muito é virar essa página com um resultado positivo em Vitória”, revela. É aí que as lições aprendidas nas temporadas passadas podem ser úteis.

Wagner Cardoso, que conhece pistas de rua desde que começou a correr de kart (participava de um campeonato exclusivamente neste tipo de circuito em São Paulo), acredita que o mais importante é ter paciência.  “A experiência em Vitória pesa muito. A primeira coisa que se aprende é que os tempos de volta vão melhorando de forma lenta, conforme a pista vai emborrachando, e não adianta tentar resolver no braço. É preciso esperar as condições melhorarem para virar o tempo ideal”, analisa. “O que vale é ser constante”, acrescenta.

Ao falar de suas pretensões no campeonato, o piloto nem leva em consideração o fim de semana agitado do principal rival, José Cordova, que disputará as corridas da Stock Car e Copa Clio no mesmo fim de semana (sob risco de precisar largar em último em Vitória). “Vou fazer o meu papel, dar o meu máximo para tentar ganhar e subir na tabela. Não estou de olho nos outros. Foi uma receita que deu certo em Campo Grande, na etapa passada, quando pensei apenas em mim, fui crescendo aos poucos e venci”, finaliza. Ele é o terceiro no campeonato com 55 pontos. José Cordova lidera com 92.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *