Copa Fiat: verificação técnica muda resultado em Brasília

Christian Fittipaldi é desclassificado e André Bragantini herda vitória

A verificação técnica realizada após a segunda bateria mudou o resultado da Copa Fiat em Brasília. Na pista, a vitória havia sido de Christian Fittipaldi, resultado insuficiente para mantê-lo na luta pelo título na última rodada dupla no dia 4 de novembro no Velopark (RS). No entanto, os comissários técnicos descobriram uma irregularidade no carro da Fittipaldi Racing e o piloto foi desclassificado. Com isso, André Bragantini (Pater Racing) herdou o primeiro lugar, Cacá Bueno (GT/Itaú) subiu para 2º e Clemente Faria (W2) ficou em 3º, repetindo o seu resultado na corrida de abertura da programação.

A punição não provocou maiores alterações na situação do campeonato, que será decidido pelo líder Cacá e Bragantini. Com a nova classificação da 10ª etapa, Cacá tem agora 126 pontos contra 122 de Bragantini. O segundo colocado, embora tenha descontado um da vantagem do atual bicampeão, ainda precisará eliminar 10 pontos relativos aos dois piores resultados, enquanto Cacá levará a pontuação completa para o Rio Grande do Sul.

O resultado da prova ficou assim:

1 – André Bragantini, 11 voltas em 27min30s519
2 – Cacá Bueno, a 4s325
3 – Clemente Faria, a 4s345
4 – Thiago Camilo, a 5s817
5 – Luir Miranda, a 6s297
6 – Giuliano Losacco, a 11s191
7 – Cesinha Bonilha, a 11s376
8 – Ulisses Silva, a 14s798
9 – Leonardo Nienkötter, a 17s707
10 – Carlos Eduardo, a 24s298
11 – Rogério Motta, a 28s417

A nova classificação: 1, Cacá Bueno, 128 pontos; 2, André Bragantini, 124; 7, Christian Fittipaldi, 76; 4, Giuliano Losacco, 66; 5, Cesinha Bonilha, 45; 6, Popó Bueno, 38; 7, Ulisses Silva, 37; 8, Wellington Justino, 34; 9, Clemente Faria e Leonardo Nienkötter, 28; 11, Luir Miranda, 20; 12, Thiago Camilo, 18.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *