Copa Vicar: Com pista molhada, Diogo Pachenki marca terceiro tempo em Interlagos

A previsão é que os treinos de classificação e a corrida sejam com chuva.

A chuva que cai deste a tarde ontem em São Paulo dificultou a sexta-feira de treinos livres da Stock Car no circuito de Interlagos, situado na zona sul da cidade. Dependendo da intensidade e dos locais de precipitação nos diferentes pontos do circuito paulista de 4.309 metros, a água que se formou sobre a pista influiu no desempenho dos testes das quatro categorias que disputarão neste domingo (6) a etapa final da temporada 2009 da Stock Car.
 
Na Stock Car Copa Vicar, principal subdivisão de acesso do evento, o paranaense Diogo Pachenki valeu-se de um bom acerto do carro da Marisol/One Store para ser o terceiro mais rápido do dia entre os 32 pilotos que foram à pista. Sua melhor volta foi antes de entrar no boxe para calibrar a pressão dos pneus. “Quando retornei, a chuva aumentou, então achei melhor parar”, disse.
 
Gustavo Sonderman foi o mais rápido da sexta-feira com o tempo de 1min53s664. A volta, com média horária de 136.475, foi obtida na 14ª volta, na sessão da parte da manhã. A previsão é de chuva para a tomada de tempos do sábado, que tem previsão de início às 10h15, com duração de uma hora. Satisfeito com o rendimento do carro, Pachenki demonstra otimismo para conseguir um bom lugar de corrida mesmo com pista molhada. “O que importa é que o carro está bom”, avalia.
 
Ao contrário da Copa Nextel, na qual Cacá Bueno é campeão antecipado desde a corrida anterior em Tarumã, na grande Porto Alegre, na Stock Car Copa Vicar a disputa pelo título ainda segue aberta entre Rafael Daniel, Julio Campos e Felipe Lapenna. Dependendo de uma combinação de resultados, Diogo Pachenki, que já foi campeão da categoria em 2004, pode conquistar o vice-campeonato.
 
Os mais rápidos no somatório dos dois treinos:
1º) Gustavo Sondermann, 1min53s664
2º) Julio Campos, 1min53s975
3º) Diogo Pachenki, 1min54s092
4º) Sergio Jimenez, 1min54s266
5º) Rafael Daniel, 1min54s323
6º) André Bragantini, 1min54s447
7º) Eduardo Leite, 1min54s470
8º) Tiago Gonçalves, 1min54s570
9º) Felipe Lapenna, 1min54s576
10º) Renato Russo, 1min54s681
11º) Pedro Boesel, 1min54s987
12º) Leonardo Vital, 1min55s134
13º) Lucas Finger, 1min55s219
14º) Diego Freitas, 1min55s281
15º) Leandro Romera, 1min55s511
16º) Cássio H de Melo, 1min55s571
17º) Wellington Justino, 1min55s683
18º) Andre Nicastro, 1min55s778
19º) Italo Silveira, 1min55s825
20º) Cristiano Federico, 1min55s836
21º) Marcelo Tomasoni, 1min55s873
22º) Galid Osman, 1min56s081
23º) Eduardo Berlanda, 1min56s101
24º) Rodrigo Navarro, 1min56s719
25º) Marco Cozzi, 1min56s990
26º) Murillo Macedo, 1min57s110
27º) Afonso Bastos, 1min57s304
28º) Daniel Pflaumer, 1min57s453
29º) Renato Rattes, 1min58s771
30º) Sergio Vida, 2min02s798
31º) Marcelo Cesquim, 2min03s535
32º) Leonardo Medrado, 2min06s206

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *