Copa Vicar: Itaipava Racing Team estréia na categoria

Leonardo Vital estréia este fim de semana em Curitiba, Paraná.

A Itaipava Racing Team, que já atua no Itaipava Troféu Maserati, Copa Nextel Stock Car e Campeonato Sul-americano de Fórmula 3, estréia neste fim de semana (20 e 21 de setembro) em Curitiba, Paraná, na Copa Vicar, categoria de acesso para Copa Nextel Stock Car. O piloto paulista Leonardo Vital vai colocar as cores da Cerveja Itaipava na pista através da equipe Scuderia 111, do engenheiro Carlos Chiarelli. É a estréia de Léo Vital na categoria. “Decidimos disputar as três ultimas etapas deste ano visando à temporada 2009. Quero me adaptar o máximo possível ao carro e a categoria. Estou muito feliz por representar a Itaipava Racing Team na Copa Vicar”, disse o piloto.


 


Carlos Chiarelli, engenheiro da Scuderia 111, está muito otimista com o trabalho do seu novo piloto. As expectativas são as melhores possíveis. “Como o Léo está conhecendo o carro, a categoria, ele tem que ‘pegar’ quilometragem. Vai andar o máximo possível nos treinos e esperamos uma boa classificação. Tudo é diferente para ele. Desde o carro, o tipo de pneu, a pressão para classificar-se para a corrida. Mas estou bastante otimista. Espero que a estréia seja positiva”, disse Chiarelli. Vale lembrar que a Copa Vicar tem média de 40 pilotos inscritos e apenas 34 melhores na tomada de tempos participam da corrida.


 


Leonardo Vital


 


Leonardo Vital, 32 anos, natural de São Paulo, vai fazer sua estréia na Copa Vicar em Curitiba. Ele estreou no automobilismo em 1997 disputando a categoria Turismo N, no Campeonato Paulista de Marcas. Em 1998 estreou na categoria Protótipo e marcou quatro poles positions. Em 1999 ele conquistou seu primeiro dos três títulos no Protótipo (1999, 2000 e 2006). Na atual temporada trabalha como consultor técnico do Itaipava Troféu Maserati. “Tenho experiência com o carro da Maserati e os protótipos. Tive a oportunidade de realizar um rápido treino no Rio de Janeiro e cheguei à conclusão que o carro da Copa Vicar é um meio termo dos outros carros de competição que já pilotei. Tem que ter uma certa dosagem no acelerador e contornar bem as curvas. A maior dificuldade foi a visibilidade. Neste carro eu fico muito atrás e a visibilidade é complicada. Mas isso é adaptação e as corridas deste fim de temporada servem justamente para ‘estrear’ para valer em 2009”, disse o piloto da Itaipava Racing Team. Este treino que o piloto citou, é destinado aos pilotos que vão competir pela primeira vez na Copa Vicar.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *