Copa Vicar: Julio Campos confirma expectativa do titular da equipe e fica com o primeiro tempo

O paranaense Julio Campos (Sherwin Williams-Metalatex), piloto da paulistana Carlos Alves Competition Team, começou com o pé direito os treinos livres da Copa Vicar, obtendo o primeiro tempo entre os 28 carros que entraram na pista, com a expressiva marca de 1:24.572, a média horária de 150,26 km/h, para a próxima etapa do torneio que será realizada no domingo (17), no travado circuito do Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul.

Na verdade Julio Campos confirmou os prognósticos do titular da equipe, Carlão Alves, que tinha certeza em fazer um bom treino na complicada pista de Santa Cruz, uma vez que o maior problema do carro já havia sido resolvido, com a troca do motor que aconteceu na última etapa em Brasília.

“Fiquei muito feliz com o tempo do Julio. Tinha esperança que o carro andasse bem aqui, um circuito com várias subidas onde é muito importante um motor sadio. Eu já confiava no acerto da suspensão e agora com um motor potente ficou tudo mais fácil”, disse Carlão.

“O Julio é um piloto rápido e experiente e nós trocamos muitas informações que são importantíssimas na busca do melhor acerto. Ele conseguiu ‘abrir’ quase cinco décimos do segundo colocado e espero que obtenha a pole amanhã na classificação,”, concluiu o animado Carlão Alves.

Para o curitibano Julio Campos além de contar com um carro bem acertado, a condição de pilotar dois carros semelhantes no mesmo dia, o Stock da Copa Vicar e a Pick Up Racing, está proporcionando a ele uma performance ainda melhor no circuito de Santa Cruz.

“O Carlão me deu um ótimo carro, tanto de ‘chão’ quanto de motor. Já consegui a pole na Pick Up e seria maravilhoso se eu conquistasse também a pole amanhã na Copa Vicar. A equipe está precisando de um bom resultado para conseguir voltar no fim do ano para a Copa Nextel e eu vou me empenhar ao máximo”, contou Julio Campos.

O outro piloto da equipe, o paulistano Marcelo Tomasoni (CM Capital Markets), ainda não conseguiu se adaptar a pista de Santa Cruz, justamente por falta de conhecimento do circuito, mas demonstrando paciência e maturidade, não reclamou de nada e está animado para o treino de amanhã.

“Gostei muito do circuito que é difícil e desafiador. Infelizmente durante o treino aconteceram muitas bandeiras vermelhas (que suspendem o treino), e acabou que dei poucas voltas, não consegui ainda gravar o traçado. Hoje vou conversar bastante com o Carlão e com o Julinho, e, acredito que amanhã mais descansado, consiga melhorar bem o meu tempo”, afirmou Tomasoni.

Amanhã (sábado) será realizado mais um treino livre e finalmente a classificação da Copa Vicar, que definirá o grid de largada para a corrida do domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *