Copa Vicar: Nem “hat trick” garante futuro do melhor estreante da Vicar

Sérgio Jimenez conquistou pole, vitória e melhor volta em uma estréia espetacular. Mas ainda não pode comemorar o básico: continuar na categoria.

Categoria idealizada para revelar talentos para a Copa Nextel Stock Car, a Copa Vicar tem surpreendido ao longo dos anos pelo nível de competitividade, que muitas vezes chega a rivalizar com a categoria principal. Com corridas sempre muito disputadas, raramente um piloto consegue vencer já em sua primeira temporada. No domingo passado, no entanto, o paulista Sergio Jimenez foi autor de algo que vem sendo classificado como verdadeira façanha. Sem sequer ter testado o carro da equipe Scuderia 111, Sérgio simplesmente fez a pole, venceu e ainda cravou a volta mais rápida – o chamado hat trick do jargão automobilístico. Inédito na história da categoria, o resultado não garante, porém, que Jimenez dispute o restante da temporada. Piloto de talento indiscutível, admirado até mesmo pelos colegas de pista, o paulista continua sua luta contra a falta de apoio financeiro.

A prova vencida por Jimenez aconteceu no autódromo de Jacarepaguá, Rio de Janeiro (RJ) e marcou não apenas a estréia do piloto na Copa Vicar, mas foi também sua primeira corrida com um carro do tipo Turismo. “Antes, a coisa mais próxima de um Stock que pilotei foi o Renault Mégane que usamos na escola de pilotagem”, lembra Jimenez, referindo-se às aulas que deu em Interlagos no início do ano. “Essa prova foi mesmo um desafio, pois aprendi coisas sobre o carro até mesmo durante a corrida!”, lembra Jimenez. “Eu sabia que seria muito difícil, pois as provas da Vicar são bastante competitivas. Em alguns casos, chegam a ser mais disputadas do que as da própria Copa Nextel”, observa o piloto.

Coisa de amigo – Para viabilizar sua estréia, Jimenez contou com o apoio do amigo Guilherme Figueroa e do chefe de equipe Carlos Chiarelli, o Carlão. “O Guilherme é o piloto da Scuderia 111, mas ele também corre na Porsche Cup. Como houve uma coincidência de datas no calendário das duas categorias, ele me surpreendeu ao oferecer a chance de disputar a etapa carioca da Vicar. Agradeço de coração ao Guilherme e também ao Carlão. Ambos acreditaram em mim. O Guilherme foi fantástico, um verdadeiro amigo. O Carlão me escutou e respeitou minha opinião, mesmo eu sendo um novato na categoria. Juntos, fizemos um trabalho do qual me orgulho bastante”, afirma Sérgio.

A próxima etapa da Copa Vicar está agendada para Campo Grande (MS), no dia 4 de outubro. Até lá, o piloto pretende trabalhar para viabilizar sua participação no restante do campeonato. “Meu desejo é continuar na categoria e também na Scuderia 111. Nosso trabalho foi bastante profissional desde o início e acho que seria importante continuar essa parceria”, comenta o piloto.

Considerado um dos grandes kartistas do Brasil em todos os tempos, Sérgio Jimenez é hoje um piloto extremamente reconhecido no meio automobilístico. Campeão da primeira temporada da Fórmula Renault – em 2002, considerada a temporada mais forte da disputa – Jimenez tentou seguir carreira no esporte, mas sempre com recursos escassos. Atualmente, é contratado por pilotos iniciantes que querem aprimorar sua técnica como coach (instrutor) e também realiza uma clínica de kart para empresários no Kartódromo de Aldeia da Serra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *