Copa Vicar: Rafael Daniel foi o 2º colocado na abertura da temporada

Full Time ainda teve Felipe Lapenna terminando na 4ª posição.

Em uma disputa de alto nível entre os quatro primeiros colocados, o paulista Rafael Daniel conquistou a 2ª colocação na 1ª etapa da Copa Vicar, categoria de acesso a divisão principal da Stock Car, disputada em Interlagos, SP, neste domingo (29/03). Além de Daniel, a Full Time obteve a 4ª colocação com Felipe Lapenna. A vitória ficou com o paranaense Diogo Pachenki.

Sem alterações nas posições após a largada, os três primeiros colocados se distanciaram dos demais. Pachenki, Daniel e Cássio Homem de Mello andaram boa parte da corrida separados por menos de dois segundos. Nas últimas quatro voltas houve um artaque direto de Daniel sobre Pachenki, mas sem oportunidade de tentar a ultrapassagem, o paulista terminou na 2ª posição. “Nas primeiras voltas senti que tinha condições de vencer a corrida, apesar de ter um ritmo muito parecido com o do Pachenki. Mas vim tirando um décimo por volta e na parte final o meu equipamento estava melhor que o dele. Só que o meu carro era melhor no miolo e eles eram semelhantes na reta, então não conseguia atacar. Pra tentar a ultrapassagem teria que arriscar e provavelmente ocorreria um toque, mas sempre tive duelos limpos com o Pachenki e não quis estragar isso hoje e preferi garantir os pontos do 2º lugar”, falou Daniel.

Felipe Lapenna iniciou sua segunda temporada na Copa Vicar com uma de suas melhores apresentações na categoria. “Larguei em 7º lugar e fui cauteloso no início perdendo algumas posições na primeira volta. Mas o carro estava fantástico e consegui me recuperar. Subi até o 4º lugar e nas voltas finais ainda consegui encostar no Cássio e o pressionei nas voltas finais. Mas no final consegui o 4º lugar, que ´pra mim é um resultado muito bom, já que comecei a semana sem ter a certeza que iria correr”, explicou Lapenna.

Galid Osman, que ocupou a 5ª posição no primeiro terço de prova, abandonou a disputa com problemas elétricos na 14ª volta. Já André Bragantini, teve sorte pior. Na disputa pela 6ª posição contra Serafin Júnior, André tentou a ultrapassagem na entrada do “S” do miolo do circuito e teve a porta fechada pelo adversário, apesar de ter colocado meio carro por dentro, e o toque foi inevitável. Serafin ficou atravessado na pista e gerou uma série de pequenas batidas que envolveram outros quatro carros, Alexandre Cunha, Marco Cozzi, Guilherme Navarro e Eduardo Leite. A direção de prova entendeu que Bragantini foi culpado pela batida e excluíu o paulista da corrida.

A próxima etapa da Copa Vicar será no dia 3 de maio em Brasília, DF. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *