Copa Vicar: “Trocamos seis por meia dúzia”, lamenta Diego Freitas

Piloto baiano optou pela troca do motor V8 de seu Stock Car para a etapa deste domingo, mas não conseguiu a evolução esperada na prova de encerramento do campeonato.

O desfecho de seu primeiro campeonato na Copa Vicar Stock Car acabou não agradando o piloto baiano Diego Freitas, que disputou neste domingo (7), em Interlagos, a rodada de encerramento da temporada 2008 da categoria. Com problemas no acerto do seu carro desde os primeiros treinos do fim de semana – realizados na sexta-feira –, Diego optou pela troca do motor V8 do carro da Katalogo Racing após a tomada de tempos, mas o resultado da mudança não foi o esperado.


 


“O problema é que o novo motor não era nem melhor, nem pior que o outro. Trocamos seis por meia dúzia e, por força do regulamento, isso ainda me custou cinco posições no grid de largada”, lamentou Diego após a prova. “Em vários momentos eu conseguia aproveitar o vácuo e colocar de lado para fazer a ultrapassagem, mas na hora em que dependia da potência, o motor não respondia. E um propulsor competitivo era tudo o que eu precisava para fazer uma corrida de recuperação neste domingo”, contou.


 


Freitas chegou a andar na 16ª posição – e brigou por um lugar na zona de pontos –, mas acabou recebendo a bandeirada final em 18º. “Meu motor começou a falhar nas últimas voltas e não tive como ir adiante”, completou.


 


Apesar do resultado atípico para uma temporada de estréia coroada pela conquista da pole position na etapa do Rio de Janeiro, Freitas encerrou de maneira positiva seu campeonato de estréia na Copa Vicar. Além de colocar seu nome entre os destaques da categoria ao largar em primeiro na corrida do Rio de Janeiro, ele fechou o ano como segundo melhor estreante do ano – um resultado expressivo para quem disputou apenas oito das nove provas do calendário.


 


“Foi uma temporada ótima, que por uma falta de sorte não terminou como gostaríamos, ou seja, com a conquista de mais alguns pontos no campeonato”, disse Freitas. “Mas no geral temos bons motivos para comemorar e isso me deixa com boas perspectivas para meu futuro na categoria. Com mais quilometragem nesse carro, tenho certeza que poderei brigar por bons resultados em 2009”, comentou Diego.


 


A vitória da nona etapa da Copa Vicar ficou com o paulista Paulo Salustiano, que já havia largado na pole position. Lico Kasemodel e Rafael Daniel completaram o pódio. Fabio Carreira, o quarto no momento da bandeirada, ficou com o título da temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *