Desafio das Estrelas: Disputa já impressiona Sutil, diz Massa

“Ele sentiu que vai ter de acelerar muito”, avisa o piloto da Ferrari

ntes mesmo de entrar na pista, o alemão Adrian Sutil – uma das principais atrações da edição deste ano – já sentiu que o Desafio Internacional das Estrelas não é apenas uma brincadeira de fim de ano entre seus colegas da Fórmula 1 e outros convidados ilustres. O piloto da Force India, sexto colocado no GP do Brasil domingo último e 9º colocado na classificação final do campeonato, chegou ao Kartódromo Arena Sapiens na tarde desta quinta-feira na companhia do anfitrião Felipe Massa e não precisou mais do que alguns minutos para saber que a corrida deste fim de semana em Florianópolis é coisa séria. “Ele ficou impressionado. Mostrei a ele toda a estrutura à disposição dos pilotos. Ele não acreditou quando entrou na pista e viu o tamanho das arquibancadas. Disse que nunca viu nada igual em uma prova de kart”, contou Massa.

Sutil é um dos estreantes que ajudam a compor um número recorde de representantes da Fórmula 1 – sete correram em Interlagos e, juntando-se ao grupo Lucas di Grassi (test driver da Pirelli), Jules Bianchi (reserva da Ferrari) e Gianni Morbidelli (ex-Ferrari e Arrows, entre outras equipes), serão 10 nomes relacionados à principal categoria do automobilismo mundial. “Sutil franziu os olhos quando viu a lista de inscritos. Sentiu que vai ter de acelerar muito”, brincou o idealizador do Desafio Internacional das Estrelas, pela sexta vez consecutiva realizado na capital catarinense.

Massa disse que o crescimento do Desafio está facilitando não apenas a vinda de pilotos conhecidos das principais séries, como a adesão de novos patrocinadores e introdução de novas atrações – como a Corrida dos Famosos, em parceria com o programa “Caldeirão do Huck”, da TV Globo. “A corrida está bastante conhecida e os próprios pilotos vêm me procurar para participar. Sim, na Fórmula 1 também tem carteirada”, acrescentou, bem-humorado, creditando também às belezas naturais da cidade a razão de tamanha popularidade. “Eles adoram vir para cá.” Sobre a entrada de novos parceiros, disse que é o reconhecimento natural da importância que o evento adquiriu. “Mas fizemos por merecer, porque isso é resultado de muito trabalho da organização. O Desafio a cada ano atrai mais público e interesse da mídia, e isso chama a atenção das empresas”, explicou.

Ainda nesta quinta-feira, já com a presença completa dos 29 pilotos que alinharão no grid, Massa participaria dos sorteio dos karts e motores, além de tomar parte da primeira sessão de treinos livres. Na parte esportiva, a mudança do sistema de pontuação é a maior novidade. “Resolvemos estabelecer o mesmo critério para as duas corridas. Realizamos um estudo que mostrou que apenas em uma das edições o resultado final seria alterado com este novo formato. Todos os demais teriam o mesmo campeão”, justificou Felipe. Até o ano passado, a primeira corrida – que voltará ser disputada sábado à noite – tinha pontuação superior em relação à segunda, outra vez marcada para a manhã de domingo e com transmissão ao vivo pela TV Globo. No entanto, o pole de sábado ganhará dois pontos extras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *