Diretor da McLaren quer maior equilíbrio na Fórmula 1 em 2021

A temporada da Fórmula 1 começou no último dia 22 de março, quando os pilotos correram no 1° treino livre do GP da Austrália. No entanto, mesmo com menos de duas semanas da primeira corrida, a falta de competitividade foi novamente tema entre os dirigentes da modalidade. Desta vez, quem deu opinião sobre o assunto foi o diretor da McLaren, Eric Boullier.

“A Mercedes projetou motor e carro muito competitivos desde o começo da era híbrida, por isso parece muito difícil alcançá-los. Acho que precisamos ter do Liberty [dono da categoria] e da FIA um novo pacote de regras para a temporada de 2021, e espero que haja restrições suficientes para que essa diferença diminua e com isso a competição seja mais equilibrada”, comentou o diretor da equipe inglesa.

“Todos nós, que estamos envolvidos com a Fórmula 1, queremos ter um ótimo espetáculo. Queremos ver carros lutando na pista e batendo rodas. Competitividade. É isso que o fãs querem ver. Para que isso aconteça, precisamos ter um nível de competitividade que seja muito mais parelho entre o primeiro piloto e o último”, continuou o dirigente.

Já o chefe da Haas, Gunther Steiner, também deu sua opinião sobre a falta de competitividade que a Fórmula 1 vem tendo nas últimas temporadas. “Eles fazem um bom trabalho para conseguir o dinheiro que eles precisam, gastá-lo e investi-lo – nós não conseguimos. Tudo isso é parte da competição, mas sera que isso é bom para o esporte? Na minha opinião, não”.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *