DTM: Augusto Farfus é o primeiro brasileiro a vencer

O brasileiro Augusto Farfus Jr (BMW) venceu neste domingo (30/09), no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, na Espanha, a 9ª etapa da temporada. Foi a primeira vitória de um brasileiro na categoria. O francês Adrien Tambay (Audi) e o sueco Mattias Ekstrom (Audi) completaram o pódio.

Pole-position, Farfus dominou a prova, perdendo a liderança apenas nas duas sessões de pit stops. Ao final das 46 voltas, o brasileiro (estreante na categoria) recebeu a bandeirada com 8s4 de vantagem sobre Tambay, que conquistou o seu primeiro pódio na categoria. Ekstrom foi o 3º.

“Foi uma vitória merecida, e não por sorte. Trabalhamos muito para isso e o resultado foi mais do que fantástico. Fico muito feliz também por ser a primeira vitória brasileira no DTM, e sei que com isso estou escrevendo um pedacinho da história da categoria. Além disso, fui o melhor rookie da temporada, o que era um de nossos objetivos. Para a BMW e o Team RBM foi a confirmação de que somos um conjunto competitivo, que pode brigar pelas primeiras posições. Estamos satisfeitos por converter nosso potencial em resultados efetivos”, declarou o brasileiro.

“A boa largada e o primeiro trecho da prova foram decisivos para o resultado final. Estávamos com um ritmo extremamente forte e o carro se comportou muito bem. A BMW também conseguiu simular corretamente o desgaste dos pneus, apesar de a pista ter sido recapeada recentemente, e pudemos adotar a estratégia adequada para garantir a vitória com uma boa vantagem”, encerrou Farfus.

O português Filipe Albuquerque (Audi) terminou em 4º, seguido pelo alemão Mike Rockenfeller (Audi) e o canadense Bruno Spengler (BMW), que se recuperou após levar um drive-through, por queima de largada.  A suiça Rahel Frey (Audi) conquistou o seu melhor resultado na categoria, com o 7º lugar.

O inglês Andy Priaulx (BMW), o alemão Timo Scheider (BMW) e o inglês Jamie Green (Mercedes), completaram a zona de pontos.

Líder do campeonato, o inglês Gary Paffett (Mercedes), abandonou na 27ª volta. Paffett teve a corrida comprometida logo na segunda curva, ao se envolver em um acidente com o norte-americano Joey Hand (BMW) e o alemão Christian Vietoris (Mercedes), e cair para as últimas posições.

Paffett soma 127 pontos, três a mais do que Spengler. Green é o 3º com 109. Farfus em 8º, soma 54.

A próxima etapa, última do ano, acontece no dia 21 de outubro em Hockenheim, na Alemanha.

Final:

1. Augusto Farfus (RBM BMW) – 46 voltas – 1h08min22s522
2. Adrien Tambay (Abt Audi) – a 8.406
3. Mattias Ekstrom (Abt Audi) – 8.967
4. Filipe Albuquerque (Rosberg Audi) – a 23.067
5. Mike Rockenfeller (Phoenix Audi) – a 28.066
6. Bruno Spengler (Schnitzer BMW) – a 39.831
7. Rahel Frey (Abt Audi) – a 48.318
8. Andy Priaulx (RBM BMW) – a 49.562
9. Dirk Werner (Schnitzer BMW) – a 58.327
10. Jamie Green (HWA Mercedes) – a a 1:10.596
11. David Coulthard (Mucke Mercedes) – a 1:12.228
12. Christian Vietoris (HWA Mercedes) – a 1:20.388
13. Susie Wolff (Persson Mercedes) – a 1 volta
14. Ralf Schumacher (HWA Mercedes) – a 1 volta
15. Joey Hand (RMG BMW) – a 4 voltas
16. Edoardo Mortara (Rosberg Audi) – a 8 voltas

Não classificados
Timo Scheider (Abt Audi) – a 17 voltas
Gary Paffett (HWA Mercedes) – a 19 voltas
Miguel Molina (Phoenix Audi) – a 21 voltas
Robert Wickens (Mucke Mercedes) – a 43 voltas
Roberto Merhi (Persson Mercedes) – a 45 voltas
Martin Tomczyk (RMG BMW) – a 46 voltas

Melhor volta
Bruno Spengler (Schnitzer BMW) – 1:27.116, na volta 32

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *