Endurance Brasileiro: Trio Ventura-Toledo-Cardoso dominam 3 Horas do Velopark

MXR Audi da equipe Autorace/Marcas largou na pole e fez a melhor volta da prova

O trio formado pelos pilotos Pierre Ventura, Felipe Toledo e João Cardoso Jr dominou praticamente de ponta a ponta as 3 Horas do Velopark, segunda etapa da Copa das Federações, disputada hoje no circuito de Nova Santa Rita (RS). Os protótipos nacionais dominaram a competição e ocuparam as três primeiras posições na classificação geral, enquanto o Ferrari 430 da dupla Carlos Steyer e Fernando Poeta ficou em oitavo e o BMW M3 GTR de Ricardo Landi e Carlinhos Andrade abandonou em consequencia de um choque com a máquina italiana.

A prova de hoje teve um ritmo bastante forte nas primeiras dez voltas, marcadas pela disputa entre o carro vencedor e o MC Tubarão de Geciel (Tiel) Andrade e Bruno Justo, que trocaram de posições várias vezes e disputaram freadas em várias ocasiões. O ritmo forte certamente está na raiz da pane que afastou o protótipo da família Andrade da briga pela liderança: ao completar a décima-quarta volta o belo biposto foi levado ao box para reparar uma junta homocinética quebrada. Apesar da permanência do safety car na pista entre as voltas 23 e 34 para eliminar o óleo que criava situação de perigo na freada para a curva 1 – um dos pontos mais velozes do traçado gaúcho -, o protótipo só voltou à pista muito atrasado. Enquanto isso, o líder da prova seguia em um ritmo forte, marcando voltas abaixo de 1 minuto por praticamente toda a duração da prova. Na última meia hora de prova o líder João Cardoso decidiu poupar o equipamento, mas nas três voltas finais não resistiu a explorar todas as possibilidades do carro:

“Nós tivemos um carro excelente durante toda a corrida e, próximo da bandeirada, eu me senti seguro para me divertir um pouco. Acelerei pra valer e consegui marcar a melhor volta da competição (56m132) na penúltima volta da competição.”

Com o MC Tubarão fora da briga os maiores rivais dos vencedores passaram a ser o MXR VW de Paulo e Alexandre Hoerlle e Pedro Castro e do MRX Ford de Nilson Cintra e Beto Ribeiro, dupla formada por pai e filho. Paulo Hoerlle, veterano das pistas nacionais, comemorou o segundo lugar na geral como uma vitória:

“Não mexemos no carro desde as 12 Horas de Tarumã do ano passado e conseguimos disputar a corrida num ritmo forte que permitiu ao Castrinho estrear em uma categoria superior com um grande resultado.”

Pedro Castro, que disputa a F-1.6 gaúcha, é o quinto piloto da dinastia Castro, outra família tradicional do automobilismo gaúcho, a formar equipe com o veterano Hoerlle e seu irmão Alexandre. Como que a reforçar a tônica familiar da segunda etapa da Copa das Federações, Nilson e Beto Cintra Ribeiro, festejaram o pódio fazendo planos para a viagem de 1.500 km que começam a fazer neste domingo, rumo a Campo Grande (MS), onde residem.

“Vamos viajar no nosso motorhome assistindo a vídeos da corrida e analisando os dados que nossa equipe recolheu durante a prova”, comentou Nilson Cintra. Ao seu lado, Beto já começava a estudar os pontos do protótipo #65 que devem merecer as primeiras atenções:

“Temos que trabalhar a suspensão dianteira, que está vibrando muito, e os discos de freio dianteiros, que parecem estar empenados.”

Resultado da prova de hoje

1) P.Ventura/F.Toledo/J.Cardoso Jr, MRX Audi Turbo, Cat.I, 171 voltas
2) P.Hoerlle/P.Castro/A.Hoerlle, MCR VW Turbo Cat.I 167 v.
3) J.Ribeiro/N.Cintra, MRX Ford, Cat.II, 161 v.
4) G.Andrade/B.Justo, MC Tubarão Audi Turbo, Cat.I, 149 v.
5) D.Dornelles Neto/M.Dornelles/R.Dornelles, VW Voyage, Cat.IV, 151 v.
6) M.Martins, VW Gol, Cat.IV, 146 v.
7) R.Trenttin/I.Diehl/A.Diehl, VW Gol, Cat.IV, 144v.
8) C.Steyer/F.Poeta, Ferrari 430, Cat.III, 144 v.
9) P.Ávila/C.Belleza, Chevrolet Corsa, Cat. IV, 142 v.
10) F.Baretta/R.Tardivo/A.Lima, VW Gol, Cat.IV, 127 v.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *