Rally dos Sertões: Reinaldo Varela vence novamente na Pro Etanol

Com a novíssima Triton SR, Varela/Bampi conservam a liderança na categoria e a terceira posição na Geral

O experiente paulista Reinaldo Varela e o paranaense Eduardo Bampi venceram o quarto dia (13/8) do Rally Internacional dos Setões, pela categoria ecológica Pro Etanol, disputado entre Gurupi e Porto Nacional, em Tocantins. Além disso, com a novíssima picape Mitsubishi L200 Triton SR a dupla terminou em terceiro na Geral, atrás apenas dos carrões importados de Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi Lancer) e Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (BMW X3), respectivamente.

“Foi uma Especial muito rápida em estradões de terra batida, com várias curvas seguidas. Foi o tempo inteiro um rali de velocidade e conseguimos andar ali junto com os protótipos e os importados. Deu tudo certo, foi muito bom”, comentou Varela, que está disputando sua 300ª corrida.

Com 1.500 km percorridos do total de 4.000 km previstos até Fortaleza (CE), a liderança na classificação Geral é de Guiga Spinelli/Youssef Haddad, seguidos de Cristian Baumgart/Beco Andreotti e Reinaldo Varela/Eduardo Bampi (Blindarte/Restaurante Divino Fogão/Itamotors/Temp Clean), três duplas da equipe Mitsubishi Brasil.

“Estamos andando bem, a equipe Mitsubishi Brasil é muito competente e o carro está mostrando que dá para disputar entre os três primeiros na Geral. Se alguém tem problemas, nós beliscamos posições ali no pódio”, disse Reinaldo, que foi Campeão Mundial de Rally Cross Country em 2000.

Com três vitórias e um segundo lugar na Pro Etanol, Varela/Bampi estão garantindo uma liderança sólida na categoria, mostrando a força e resistência da Mitsubishi Triton SR que está sendo lançada durante o Rally dos Sertões.

“Só não vencemos a etapa em que tivemos um pneu furado e perdemos muito tempo para a troca. A gente pode andar o que o carro suporta. É pé no fundo o tempo todo porque ele aguenta”, falou Reinaldo Varela, que busca a sua quinta vitória por categoria no Rally dos Sertões e a 100ª vitória em 29 anos de carreira.

Rally entra neste domingo no temível deserto do Jalapão

O domingo (14/8) com certeza não será dia de passeio para o circo do Rally dos Sertões. O quinto dia de provas do mais duro Rally das Américas vai entrar no temível deserto do Jalapão. “O Jalapão é um dos pontos mais difíceis do rali, com areia bem pesada. É um teste duro para o equipamento, com tendência ao superaquecimento do motor. Mas a nossa Triton SR já provou que é pau pra toda obra”, define Reinaldo Varela.

Depois de um deslocamento inicial de 140 km, a Especial duríssima terá 330 km para terminar na entrada de Lizarda, ainda em Tocantins. A prova vai começar com muitas erosões, travessia de pontes e finalmente as areias do deserto. Quem ‘sobrevive’ ao Jalapão tem meio caminho andado para o final do rally, que encerra dia 19 de agosto em Fortaleza (CE). “Além da dificuldade do terreno, a dificuldade para o acesso de resgate é muito grande. É difícil se perder, mas se quebrar lá no deserto, normalmente você dorme no Jalapão e acaba perdendo também o dia seguinte”, explica o navegador Eduardo Bampi.

Confira os 10 primeiros (extra-oficial) no quarto dia do Rally dos Sertões:

1) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, 1h32min12;
2) Paulo Nobre/Filipe Palmeiro, 1h33min20s;
3) Reinaldo Varela/Eduardo Bampi, 1h34min26;
4) Klever Kolberg/Flavio Marinho de França, 1h36min37s;
5) Cristian Baumgart/Beco Andreotti, 1h36min43s;
6) Ubiratan Francisco Franciosi/Marcao Macedo, 1h39min05s;
7) Luis Carlos Nacif/Humberto Ribeiro – Piauí, 1h40min33s;
8) Luis Eduardo Stedile/Deco Muniz, 1h40min59s;
9) Marcos Baumgart/Kleber Cincea, 1h41min19ss;
10) Luiz Facco/Glauber Martins da Fontoura, 1h42min26s.

Seis primeiros na classificação geral (extra-oficial) depois de 4 dias:

1) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, 11h15min52s;
2) Cristian Baumgart/Beco Andreotti, 11h30min37s;
3) Reinaldo Varela/Eduardo Bampi, 11h37min57s;
4) Klever Kolberg/Flavio Marinho de Franca, 11h44min40s;
5) Paulo Nobre/Filipe Palmeiro, 11h45min30s;
6) Marcos Baumgart/Kleber Cincea, 11h51min52s.

Categoria Pró Etanol – Acumulado após a quarta etapa

1) Reinaldo Varela/Eduardo Bampi, 11h37min57s;
2) Klever Kolberg/Flavio Marinho de Franca, 11h44min40s;
3) Luis Carlos Nacif/Humberto Ribeiro – Piauí, 12h11min18s;
4) Cleber Rodrigues Rosa/Eduardo Guimarães Rebouças, 13h43min17s;
5) Marcus ‘Cotton’ Alexandre de Mello/Eduardo Pereira e Costa, 13h55min53s;
6) Luiz Carlos Aguiar Filho/Sergio Perez Bessa, 16h37min00s.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *