Endurance: Lucas Molo se sai bem no teste da Racing Box

Lucas Molo pilota pela primeira vez o Lola Judd LMP2, se sai bem no teste em Misano e fica próximo da LMS.

Assim que a prova de fogo terminou, ontem (23) no autodromo de Misano, Italia, o piloto Lucas Molo nos telefonou e passou suas impressões. Está encantado com o carro, diz ele : “é o crème de la crème… um Fórmula 1 disfarçado… maravilha voadora…”  Dá pra perceber, pelos adjetivos e pela intensidade da emoção, como Lucas está impressionado com a máquina que experimentou pela primeira vez em sua ainda curta e vitoriosa carreira, cercado pelas atenções e dicas do chefe da equipe Racing Box, Lucca Cani, e dos mecânicos e pilotos da escuderia.

 

Na opinião do engenheiro Murilo Piloto, preparador dos carros da Tekprom, que acompanha Lucas na viagem, o desempenho de Molo no teste superou a expectativa de todos pela rapidez como se adaptou a um carro e a uma pista nos quais jamais havia andado. Segundo Murilo, “estão criadas as pré-condições para que Lucas Molo participe de uma ou talvez duas das provas da Le Mans Series este ano.”  A direção da Tekprom deve se pronunciar a respeito nos próximos dias.

 

Lucas seguiu à risca o plano de voo combinado : começou devagar, esquentando os pneus, e foi gradualmente acelerando em cada volta, à medida em que dominava cada vez mais os quase 500 cavalos do Lola.

 

O teste foi realizado entre 10 da manhã aqui no Brasil (duas da tarde lá) e 15 horas aqui (7 da noite lá), com muita chuva e um longo intervalo de pista seca quando o Lola teve que trocar os pneus de chuva por pneus lisos.  Entre 5 e 7 da noite voltou a chover mais ainda, e a sensação térmica de frio, intenso, de 4 graus acima de zero, foi agravada pelas fortes rajadas de vento.

 

Com todos esses fatores conspírando contra, Lucas parecia feliz ao telefone narrando a aventura de conhecer o carro mais veloz da sua vida, o Lola Judd LMP2,  da Racing Box.

 

“Fui muito elogiado pelo chefe da equipe e pelos pilotos da Racing Box que conhecem a fundo o potencial do Lola”, comentou Lucas.

 

Os melhores momentos foram filmados : será feita uma edição especial para ser postada no youtube e no site da Tekprom.

 

Só um problema : conciliar as datas na Le Mans com os calendários da Porsche Cup e do Brasileiro de Endurance, duas “paradas” obrigatórias para Lucas em 2010.

 

Para  Lucas correr de Lola na Le Mans Series, só falta o acerto com os patrocinadores que estão sendo prospectadas pela Tekprom.

 

Logo após o teste, Lucas e Murilo foram de carro a Maranello, a cidade da Ferrari, e depois seguem para outra fábrica da Ferrari em Genova. Vão conferir ajustes de motor, câmbio, eletrônica e aerodinâmica para tornar ainda mais rápidas e mais competitivas as Ferraris GT 22 e 33 que vão disputar o Endurance no Brasil.

Retornam ao Brasil este fim de semana. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *