Eurocup F-Renault 2.0: Bandeira vermelha interrompe agenda de trabalho de Negrão na Hungria

Acidente com o espanhol Alex Riberas provocou o encerramento da segunda sessão de testes coletivos.

Um acidente com o espanhol Alex Riberas – logo após o piloto da equipe Epsilon Euskadi ter marcado o melhor tempo do treino até então -, provocou o encerramento da segunda sessão de testes coletivos, hoje, neste circuito, e prejudicou uma boa parte dos 27 pilotos inscritos para a quinta rodada da Eurocup F-Renault 2.0. A interrupção afetou principalmente o brasileiro André Negrão, que cumpria uma agenda de trabalho que já tinha superado a fase de acerto básico para os 4.381 metros do travado circuito localizado no subúrbio de Budapeste.

“Foi uma pena, pois eu vinha fazendo séries de três giros rápidos e sabia que poderia andar mais rápido”, comentou Negrão, que misturava a tristeza pela derrota brasileira na Copa do Mundo e satisfação por ter cumprido com sucesso todo o trabalho de adaptação ao autódromo usado para a disputa do GP da Hungria de F1. Se esses dois sentimentos praticaram se equiparam, o saldo de otimismo do brasileiro para este fim de semana é positivo em função do resultado obtido na semana passada em Spa, quando ele obteve uma vitória, uma pole, uma volta mais rápida e um quarto lugar nas duas provas que marcaram a estréia da F-Abarth fora da Itália:

“Esse resultado foi muito bom não só para mim, mas para toda a equipe”, complementou o brasileiro, que amanhã volta à pista para mais duas sessões de treinos oficiais. A tomada de tempos e a nona prova acontecem no sábado e a décima etapa no domingo. A corrida deste fim de semana será uma das mais disputadas da temporada: além da dificuldade típica de ultrapassagem desta pista a etapa húngara recebeu um número recorde de inscrições: 27 pilotos.

Resultado combinado das duas sessões de treino livre de hoje:

1) Alex Riberas (Espanha), 1m44s683
2) Miki Weckstrom (Finlândia), 1m44s952
3) Kevin Korjus (Estônia), 1m44s995
4) Luciano Bacheta (Grã-Bretanha), 1m45s135
5) Miguel Otegui (Espanha), 1m45s145
6) Genís Olivé (Espanha), 1m45s169
7) Pal. Kiss (Espanha), 1m45s232
8) Henrique Martins (Brasil), 1m45s326
9) Giovanni Venturini (Itália), 1m45s661
10) Bart Hylkema (Holanda), 1m45s478
11) Adam Kout ( República Tcheca), 1m45s510
12) Marlon Sttockinger (Filipinas), 1m45s704

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *