Europeu de Radical: Mineiro Victor Corrêa é Campeão Europeu

Brasileiro conquista o único título internacional para o País em 2013

O mineiro Victor Corrêa (Unifenas) conquistou o título de campeão do Radical Masters Euroseries. Depois de vencer no sábado em Barcelona, na Espanha, neste domingo (10/11) ele terminou em segundo na 12ª e última etapa e atingiu 159 pontos, quatro de vantagem sobre o lituano Konstantins Calko, vice-campeão.

“Estou muito feliz. Este título é uma realização importante, fruto de um trabalho em conjunto com a minha equipe. Acho que este importante resultado aqui na Europa pode me ajudar no futuro, abrindo portas para que eu prossiga a minha carreira profissionalmente”, comemorou o único brasileiro a conquistar em 2013 um título internacional no automobilismo.

Chegando na sexta rodada dupla do certame europeu com apenas um ponto de vantagem na tabela de pontuação, o piloto de Alfenas (sul de Minas Gerais) fez o que era necessário para conquistar o seu primeiro título internacional. No sábado conquistou a pole position para as duas corridas finais, venceu a 11ª etapa com volta mais rápida, e deixou a para administrar a última prova, quando poderia assegurar o título europeu com o terceiro lugar caso o lituano vencesse.

“Não aproveitei bem a pole position hoje, mas fiquei até a metade da corrida em terceiro, quando assumi a vice-liderança. Ai fiquei só administrando e pressionando o Calko. Na penúltima volta eu estava a menos de meio segundo dele e aproveitei para dar o golpe na última curva. Passei, mas ele me repassou imediatamente. O importante é que estou levando o troféu para casa”, contou o representante da Unifenas.

A campanha de Victor Corrêa com o Radical SR8, protótipo com 420 cavalos de potência e apenas 680 kg, relação peso-potência próxima à de um monoposto de categoria top e que atinge 290 km/h, foi composta de seis pole positions, quatro vitórias (Algarve/Portugal, Spa/Bélgica, Monza/Itália e Barcelona/Espanha), quatro voltas mais rápidas, além de quatro segundos, um terceiro, um quarto lugares e dois abandonos.

Victor Corrêa permanece na Europa até a próxima semana, pois no próximo sábado (16/11) vai receber a premiação na Inglaterra.

O resultado da penúltima etapa do Radical Masters Euroseries foi:
1) Victor Corrêa (Brasil), 27 voltas;
2) Konstantis Calko (Lituânia), a 11s364;
3) Christian Kronegard (Dinamarca) e Mark Smithson (Escócia), a 40s873;
4) Tony Wells (Inglaterra) e James Littlejohn (Inglaterra), a 49s884;
5) Terrence Woodward (Inglaterra) e Ross Kaiser (Inglaterra), a 54s296;
6) Alain Costa (França), a 1min34s600;
7) Benjamin Mahe (França), a 1min47s610;
8) Josef Zaruba (Polônia), a 1 volta;
9) Tristan Viidas e Bronislav Formanek (Rússia), a 1 volta;
10) Andrew Ferguson (Inglaterra), a 1 volta.

O resultado da última etapa do Radical Masters Euroseries foi:
1) Konstantis Calko (Lituânia), 27 voltas;
2) Victor Corrêa (Brasil), a 1s242;
3) Tony Wells (Inglaterra) e James Littlejohn (Inglaterra), a 34s336;
4) James Abbott (Inglaterra), a a 35s481;
5) Marcel Marateotto (Suiça) e Marco Cencetti (Itália), a 1min03s208;
6) Vicent Capillaire (França) e Philippe Paillot (França), a 1min03s909;
7) Jaap Bartels (Holanda), a 1min18s767;
8) Antonio Fontes (Espanha), a 1min26s265;
9) Christian Kronegard (Dinamarca) e Mark Smithson (Escócia), a 1min27s037;
10) Tristan Viidas (República Checa) e Bronislav Formanek (Rússia), a 1 volta.

Pontuação final do Radical Masters Euroseries depois de 12 etapas:

1) Victor Corrêa (Brasil), 159; 2) Konstantins Calko (Lituania), 155; 3) Terrence Woodward (Inglaterra) e Ross Kaiser (Inglaterra), 101; 4) Tony Wells (Inglaterra) e James Littlejohn (Inglaterra), 98; 5) Mark Smithson (Escócia), 80; 6) Alex Mortimer (Inglaterra) e Chris Hyman (África do Sul), 73; 7) Christian Kronegard (Dinamarca), 57; 8) Marcel Marateotto (Suiça) e Marco Cencetti (Itália), 54; 9) Jamie Contable (Inglaterra), 48; 10) Mike Cantillon (Inglaterra), 34.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *