F-3 Inglesa: Yann Cunha encerra primeira fase de adaptação em Pembrey

Piloto brasiliense completou dois dias de treinos com a equipe T-Sport no circuito do País de Gales nesta quarta e quinta-feira. Testes recomeçam na próxima segunda

O brasiliense Yann Cunha encerrou nesta quinta-feira, no País de Gales, a primeira fase de sua adaptação ao automobilismo europeu. Vice-líder da Fórmula 3 Sul-Americana, ele participou de dois dias de testes com a equipe T-Sport no autódromo de Pembrey, e permanecerá na Grã-Bretanha até o início da próxima semana para mais dois dias de ensaios no circuito.

Embora já esteja familiarizado com o chassi Dallara F309 usado na F-3 Inglesa, Yann dedicou o início dos treinos no País de Gales para se adaptar aos motores usados na categoria. Menos potentes que os Berta usados na F-3 Sul-Americana, os propulsores Volkswagen que equipam os carros da T-Sport exigem uma tocada diferente.

“Estes dois primeiros dias de treinos foram muito produtivos, porque pudemos treinar sob diversas condições de pista”, disse o brasileiro. “Embora eu já conhecesse este chassi, que é o mesmo usado na F-3 Sul-Americana, tive que me adaptar aos pneus e, principalmente, ao motor”, acrescentou.

Yann explicou que, por ter cerca de 40 cavalos de potência a menos que os Berta, os propulsores alemães têm menor capacidade de freio motor, e exigem que o piloto mantenha uma velocidade maior durante o contorno das curvas, já que tem menor capacidade de retomada.

“Além de representar um período de adaptação técnica, estes dois primeiros dias de testes em Pembrey foram importantes para o entrosamento com a equipe”, disse o brasileiro. “Procurei aplicar tudo o que foi pedido pelos engenheiros, e também trocar informações. Com isso, conseguimos ser rápidos tanto nos trechos de alta quanto nas curvas de baixa”, disse Cunha.

Se levadas em consideração as melhores voltas teóricas do brasileiro – aquelas em que são considerados os melhores tempos de cada trecho do circuito, mesmo que estabelecidos em voltas diferentes -, Yann Cunha terminou os ensaios como o mais rápido em Pembrey. O teste contou, também, com a presença de outros dois pilotos da T-Sport.

“No primeiro dia tivemos um desempenho muito bom nas curvas de alta. No segundo dia o foco foram os trechos de baixa, e na soma dos melhores trechos conseguimos tempos na casa de 48s30”, comentou o brasileiro. Uma volta no circuito de Pembrey tem apenas 2,5km, por isso os tempos ficam sempre abaixo da barreira de 1min.

Clima variou bastante – As condições climáticas variaram bastante nos dois primeiros dias de treinos de Yann Cunha na Europa. Se na quarta-feira os ensaios tiveram de ser interrompidos por causa da chuva, nesta quinta-feira o vento foi o grande vilão do dia. O ar em movimento atingiu 54km/h na região do circuito, o que roubou 11km/h da velocidade dos F-3 da T-Sport nos trechos de reta do autódromo de Pembrey.

“Terminamos estes dois primeiros dias de treinos muito satisfeitos”, disse o brasileiro. “O trabalho com a equipe foi ótimo, minha adaptação ao carro e ao circuito, também. Na semana que vem voltamos para cá com o objetivo de buscar uma performance ainda melhor, e pelo resultado destes primeiros testes acredito que estejamos fazendo um trabalho muito bem feito”, encerrou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *