F-Abarth: Em corrida de onze voltas em Spa, Negrão recupera seis posições

Piloto de Campinas (SP) foi destaque no primeiro evento de F-Abarth realiado fora da Itália

O brasileiro André Negrão foi o grande destaque da prova de F-Abarth disputada hoje neste circuito ao terminar em quarto lugar a competição vencida pelo italiano Raffaele Marciello, líder do certame italiano da categoria promocional. O resultado de Negrão confirma sua boa atuação na prova de sábado, quando largou na pole position, liderou todas as voltas e também fez a melhor volta da corrida que, tal como a de hoje, teve 11 voltas pelo traçado de 7.004 metros considerado um dos mais desafiadores do calendário internacional.

“Foi sem dúvida uma corrida das mais emocionantes que eu disputei nos últimos tempos: largar em décimo e terminar em quarto, a seis décimos do terceiro colocado, num circuito ultra-veloz e com praticamente nenhum abandono é um grande resultado. Acredito que com mais uma volta eu poderia superar o Victor Guerin e subir ao pódio.”

Além da dificuldade de superar adversários mais adaptados ao conjunto formado pelo chassi Tatuus motor Fiat FPT 1.4 turbo, Negrão também teve que administrar a temperatura em torno do 30º C e pneus já usados nos treinos:

“Isso deu outra dimensão à corrida, pois com o calor mais forte a aderência e o desgaste diminuíram proporcionalmente. Basta ver que a minha melhor volta na corrida de sábado (2m21s898) foi praticamente sete décimos mais de segundo mais rápida que a melhor de hoje, registrada pelo Marciello com o tempo de 2m22s597.

A participação de Negrão na corrida de F-Abarth foi programada para esta prova apenas, sendo que o piloto de Campinas ainda poderá disputar competições de outras categorias na Europa até o final desta temporada em que seu foco é a Eurocup F-Renault 2.0. Este torneio prossegue no próximo fim de semana em Hungaroring, circuito situado nos subúrbios de Budapeste, na Hungria, para onde o brasileiro segue nos próximos dias.

Resultado da prova de hoje:

1 – Raffaele Marciello (Itália), 11 voltas em 26m24s773
2 – Riccardo Agostini (Itália), a 3m613
3 – Victor Guerin (Brasil), a 5s309
4 – André Negrão (Brasil), a 6s055
5 – Patric Niederhauser (Suíça), a 8s797
6 – Zoel Amberg (Suíça), a 9s085
7 – Mans Grenhagen (Suíça), a 12s389
8 – Eddie Cheever III (Itália), 13s513
9 – Jordi Cunill (Espanha), a 17s171
10 – Michael Heche (Suíço), a 17s472

Melhor volta: Raffale Marciello 2m22s597

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *