F-Abarth terá repescagem em Magione

Apenas 28 dos 36 carros inscritos participam das provas do final de semana. Brasileiro Victor Guerin Guerin esteve entre os mais rápidos nesta sexta-feira, mas afirma que será preciso melhorar neste sábado.

O Campeonato Italiano de Fórmula Abarth segue como sucesso absoluto em sua temporada de estréia. O circuito de Magione, localizado 200 km ao norte de Roma, na região central da Itália, recebe neste fim de semana a segunda rodada dupla do ano, que em razão do grande número de inscritos terá uma corrida de repescagem.
A organização determinou que as corridas deste sábado e domingo poderão ter, no máximo, 28 participantes, o que significa que oito dos 36 inscritos voltarão para casa mais cedo neste fim de semana. Os treinos livres para a segunda rodada do ano começaram nesta sexta-feira com os pilotos divididos em dois grupos de 18 para os ensaios.
Na sessão classificatória, marcada para a manhã deste sábado, os oito primeiros de cada grupo se classificam direto para as corridas que valem pontos para o campeonato. Os demais participam da repescagem. O brasileiro Victor Guerin mais uma vez esteve entre os mais rápidos da categoria em ambas as sessões, e se posicionou entre os seis primeiros nos treinos livres.
Mesmo assim, Victor não terminou o dia satisfeito, e espera ser mais rápido na sessão que, neste sábado, define os grids de largada para as corridas que valem pontos para o campeonato.
“Em uma situação normal não corremos risco de não nos classificarmos, mas queremos brigar pela pole-position e por isso trabalhamos muito depois dos treinos desta sexta-feira”, disse o brasileiro.
Victor e seu companheiro de equipe Raffaele Marciello permaneceram no circuito até a 21h30 desta sexta-feira no horário italiano, trabalhando em conjunto com os dois engenheiros e com os chefes da equipe. O objetivo comum é melhorar os carros da JD Motorsport na pista em que a equipe encontrou mais dificuldades para andar na frente na pré-temporada.
“Trabalhamos realmente como uma equipe hoje. Ficamos durante quatro horas trancados em seis pessoas numa sala, debruçados sobre quatro computadores, analisando dados para chegar a um novo caminho para o acerto do carro. Saímos com algumas conclusões, mas vamos ter que testar na tomada de tempos deste sábado”, disse Guerin.
O mais rápido do dia em Magione foi o italiano Riccardo Agostini da equipe Prema. Confira quais foram os melhores tempos de cada grupo nesta sexta-feira:
Grupo 1
1- Brandon Maisano (BVM/Target), 1m07s639
2- Raffaele Marciello (JD), 1m08s180
3- Patric Niederhauser (Jenzer), 1m08s208
4- Kevin Gilardoni (Cram), 1m08s276
5- Mans Grenhagen (Jenzer), 1m08s285
6- Stefano Colombo (RP), 1m08s471
7- Maxim Zimin (Jenzer), 1m08s519
8- Lorenzo Camplese (MG), 1m08s628
9- Marco Moscato (Line Race), 1m08s713
10- Luca Defendi (Uboldi), 1m08s808
11- Gilles Pagani (Alan), 1m08s884
12- Mario Marasca (PKF), 1m09s053
13- Mirko Merillo (ARM), 1m09s262
14- Qiang Zhang (Prema), 1m09s263
15- Antonio Spavone (ARM), 1m09s453
16- Matteo Davenia (Cram), 1m09s494
17- Matteo Beretta (TP), 1m09s602
18- Andrea Barbirato (Tomcat), 1m10s859
19- Zeca Feffer (Diegi), 1m11s554
Grupo 2
1- Riccardo Agostini (Prema), 1m07s513
2- Jordi Cunill (Prema), 1m07s947
3- Eddie Cheever (Jenzer), 1m08s118
4- Zoel Amberg (Jenzer), 1m08s132
5- Michael Heche (BVM/Target), 1m08s384
6- Victor Guerin (JD), 1m08s390
7- Vicky Piria (Tomcat), 1m08s470
8- Edoardo Bacci (TP), 1m08s471
9- Roman De Beer (Victoria),- 1m08s516
10- Mirko Torsellini (MG), 1m08s609
11- Simone Iaquinta (Emmebi), 1m08s671
12- Riccardo Vera (Facondini), 1m08s772
13- Mirko Luciani (BVE), 1m08s977
14- Cristiano Marcellan (Europa Corse), 1m09s072
15- Niccolò Schirò (Emmebi), 1m09s098
16- Matteo Torta (Alan), 1m09s256
17- Francisco Weiler (Victoria), 1m09s261
18- Simone Taloni (Winner), 1m09s906

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *