F-Ford: Brasileiro Victor Corrêa termina Mundial de F-Ford em décimo

Piloto levou batida de ex-campeão mundial quando liderava semi-final e teve que largar apenas em 16º na Final.

O brasileiro Victor Corrêa (Unifenas/Flash Power/Cooparaiso) foi um dos principais protagonistas do Mundial de Fórmula Ford, que terminou neste domingo (19/10) no renomado Autódromo de Brands Hatch, na Inglaterra, mas terminou na décima posição entre 40 pilotos de dez países. “Meu sentimento é de injustiça. Mostrei que tinha potencial para brigar pelo título, fiz pole position, venci bateria, fiz a segunda volta mais rápida do Festival, mas levei batida de tudo quanto é lado”, declarou visivelmente irritado. O novo campeão mundial é o irlandês Wayne Boyd.

Acidente na Semi-Final

Depois de ter estabelecido a pole position na classificação e vencido a quarta-de-final disputada no sábado, Victor Corrêa alinhou na posição de honra de sua semi-final no domingo pela manhã. Ao partir pelo lado sujo da pista, o mineiro caiu para a terceira posição, atrás dos ingleses David Brown e Nick Tandy, piloto de Fórmula 3 nesta temporada e Campeão Mundial de Fórmula Ford no ano passado.

Com muita determinação e seu Mygale rendendo bem, Victor veio no vácuo dos ponteiros só esperando o melhor momento para ganhar uma posição. Na sexta das 18 voltas programadas ele aproveitou a briga entre eles e ultrapassou ambos por fora na curva Paddock. Na freada da Druids, a curva seguinte, o brasileiro já liderava quando Tandy veio pela grama, passou por cima do carro de Brown e atingiu violentamente a traseira do monoposto de Corrêa.

“Esse cara é maluco. Foi ele quem me jogou pra fora em Spa-Francorchamps (Belgica) quando larguei na pole e ia ganhar a minha primeira corrida do ano. Só porque ele é campeão e estava apanhando de nós, não precisava estragar todo o nosso trabalho”, reclamou.

O piloto David Brown levou para o diretor de prova a filmagem do acidente feita pela câmera instalada em seu carro, mas os organizadores não apliacaram nenhuma punição. “Ele era o único inglês que poderia brigar pelo título, pela experiência que tem. Acho que foi por isso que não fizeram nada, pois ele fez mais lambança depois”, acusou o único representante da América do Sul, que fez sua primeira temporada no automobilismo europeu.

Victor caiu para a 16ª posição e fazendo em média uma ultrapassagem por volta ainda se recuperou para receber a bandeirada em oitavo. A vitória ficou com australiano Nick Percat, que havia largado em sexto. Na outra semi-final a vitória ficou com Wayne Boyd, campeão inglês desta temporada.

Final

Victor Corrêa largou apenas da 16ª posição na finalíssima. Com apenas 21 voltas no circuito de apenas 1.929 metros para se recuperar, ele foi ganhando posições até chegar na oitava colocação. “Era uma briga de kamikase. Levei batida de tudo quanto é lado e fui jogado para a brita e tive que começar a recuperação novamente”, contou o piloto de Alfenas, sul de Minas Gerais, que caiu para o 18º posto.

Com voltas muito rápidas, Victor foi abrindo caminho e quando estava novamente em oitavo, alguns carros rodaram na sua frente e ele teve que sair da pista para não bater. “Com as voltas que eu fazia, tenho certeza que se tivesse largado na frente dava para brigar na frente com o Wayne”, disse Victor, que mesmo com o tráfego que enfrentou, ficou com a segunda volta mais rápida (48s11). A melhor passagem foi de Boyd, com 48s009.

Em outra impressionante recuperação, o brasileiro recebeu a bandeirada em décimo. “O Wayne Boyd teve o mérito dele, mas eu não tive oportunidade de brigar com as mesmas armas, a mesma igualdade, com ele. Com o batidão das voltas que eu fiz mostrei para todos que eu poderia ser no mínimo vice-campeão mundial”, encerrou Victor Corrêa.

Confira o resultado final do Festival Mundial de Fórmula Ford:

1) Wayne Boyd (IRN), Mygale, 25 voltas em 20min14s347 (Média de 142, 96 km/h)
2) Chris Maliepaard (HOL),a 4s369
3) Tim Blanchard (AUS), Mygale, a 8s946
4) Adrian Campfield (ING), Spectrum, a 10s931
5) Nick Tandy (ING), Mygale, a 14s032
6) James Cole (ING), Mygale, a 15s661
7) Kevin Magnussen (DIN), Aquila, a 22s495
8) Sepp Koster (HOL), Mygale, a 22s804
9) David Brown (ESC), Van Diemen, a 22s965
10) Victor Corrêa (BRASIL), Mygale, a 26s467

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *