F-Ford: Mineiro Victor Corrêa começa a acertar seu carro para o Festival Mundial

Piloto já fez dois dias de testes em Brands Hatch, na Inglaterra, e foi o mais rápido na quarta-feira com pneus usados.

Não se fala em outra coisa esta semana na Inglaterra. Todos os olhos dos apaixonados por esporte a motor da Terra da Rainha estão voltados para ao Festival Mundial de Fórmula Ford, renomado torneio que tradicionalmente encerra a temporada do automobilismo britânico. “A cada dia que passa todos entram mais no clima do Festival, vão chegando mais carros de outros paises para treinar e vai ficando mais legal”, comenta o mineiro Victor Corrêa (Unifenas/Flash Power/Cooparaiso), que faz sua primeira temporada na Europa. Os treinos livres acontecem durante toda a semana e a partir de sexta-feira (17/10) começa a programação oficial no autódromo de Brands Hatch, próximo a Londres.


 


Enquanto não iniciam as disputas pra valer, o brasileiro aproveita os dias de testes para deixar seu Mygale bem acertado para as disputas iniciais do Festival Mundial. Desde terça-feira ele tem participado de seis sessões diárias de treinos na pista, com 30 minutos de duração cada. “Hoje o dia foi instável. Primeiro choveu, depois secou e se formou uma trilha. Mais tarde voltou a garoar. Mas na maior parte do tempo andamos no seco”, explica o titular da Jamun Racing. O alfenense já conseguiu evoluir no acerto do carro. “Eu fui o mais rápido nos treinos da tarde. O carro está bem rápido com pneus mais usados. Agora precisamos encontrar o melhor acerto com os pneus novos, que ainda não está no ponto ideal”, conta.


 


Victor Corrêa será o único representante do Brasil, em meio a dezenas de competidores de todos os cantos do mundo. Mas isso não intimida o jovem de Alfenas que em 2008 foi o quarto colocado na difícil e internacional Fórmula Ford Inglesa, e venceu a última prova disputada na pista sede do Festival Mundial. “Estou confiante e animado com todo o clima que já se está criando. Estão treinando os campeões da F-Ford holandesa, dinamarquesa, australiana, entre outras. Hoje já havia 30 carros e ainda tem bastante gente pra chegar”, lembra o piloto da Unifenas/Flash Power/Cooparaiso. São esperados para o torneio mais de 40 participantes vindos de pelo menos nove países diferentes.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *