F-Future Fiat: Nicolas Costa faz história e abre o grid no Autódromo de Jacarepaguá

Após ter sido o mais rápido no primeiro treino da história da Fórmula Future Fiat no Autódromo de Jacarepaguá, o carioca Nicolas Costa conseguiu neste sábado repetir a dose ao marcar a pole da prova de abertura da rodada dupla inaugural da categoria-escola que integra o Racing Festival junto com o Trofeo Linea e a 600 Hornet (motos).

Com o tempo de 1:16.251, Nicolas bateu o gaúcho João Alfaya, o segundo colocado, por apenas 0s039. Na segunda fila largam o paulista João Jardim e a paranaense Jonathan Louis. “Lutei bastante para estar na categoria e o trabalho foi recompensado. Na quarta-feira eu nem tinha certeza se iria correr e hoje marquei a pole. Estou feliz demais”, declarou o carioca de 18 anos.
A expectativa era de que a briga pela pole position fosse intensa. E foi justamente isso que aconteceu, já que Francisco Alfaya marcou sua melhor volta no início da sessão, enquanto Nicolas e João Jardim, os dois favoritos, enfrentaram problemas na pista. “Já tinha o sonho de correr de monoposto e ele vai se realizar de uma maneira muito legal, largando da primeira fila”, garantiu o gaúcho, dono de vários títulos em competições de velocidade na terra. “O fato de não ter começado no kart, como a maioria aqui, não me atrapalhou. Não senti nada por conta disso, até porque as corridas na terra são bastante equilibradas”, garantiu Alfaya.
Paulista de Sorocaba, João Jardim ficou chateado por não ter podido brigar de igual para igual pela pole. Apesar de ter dominado três sessões de treinos em Jacarepaguá, o piloto de 17 anos teve um problema na tomada de classificação. “O meu pneu traseiro esquerdo furou quando subi em uma zebra. Foi uma pena porque o carro está rápido e a gente tinha a intenção de baixar o tempo para um minuto e quinze. Foi uma falta de sorte mesmo, não tenho do que reclamar. Espero aproveitar bem a largada amanhã e buscar a vitória”, concluiu o sorocabano. “Estamos apenas começando o campeonato.”
Nicolas Costa também perdeu a sua melhor volta por causa do tráfego, o que considerou como acidente normal de corrida, mas pretende aproveitar bem a vantagem da pole para conquistar a primeira vitória da história da Fórmula Future Fiat. “Depois que eu fiz a melhor volta, acho que na volta cinco, eu preferi recolher para os boxes e não ficar rodando e destruindo os pneus. Naquela altura, largar entre os três já seria bem bom, mas eu queria a pole e ela veio mesmo assim. Não sei qual tipo de vantagem posso levar na prova, mas sair na frente já foi muito bom para mim”, falou Nicolas Costa, que ainda ganhou um boné da Ferrari de Titonio Massa, um dos organizadores e pai do piloto da equipe italiana.
A primeira etapa da Fórmula Future Fiat começa neste domingo às 10h35. Na segunda, programada para as 14h35, o grid de largada será formado pela ordem de chegada da corrida anterior, com os oito primeiros em posições invertidas.
O grid da 1ª etapa da Fórmula Future Fiat:
1 – Nicolas Costa, 1min16s251
2 – Francisco Alfaya, 1min16s290
3 – João Jardim, 1min16s339
4 – Jonathan Louis, 1min16s547
5 – Roberto Curia Jr., 1min16s708
6 – Johilton Pavlak, 1min16s851
7 – Felipes Apezzatto, 1min16s921
8 – Vinicius Alvarenga, 1min17s917
9 – Rafael Azrak, 1min19s028
10 – Felipe Granzotto, 1min19s108
O Racing Festival, apresentado pelo Banco Santander e Fiat, tem patrocínio da Shell, co-patrocínio da Pirelli e FPT Powertrain Technologies, apoio Magneti Marelli e Rodas Scorro e realização da RM Racing Events.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *