F-Mazda: Em Iowa, paranaense João Horto segue adaptação aos circuitos ovais

Quarto colocado no campeonato, piloto de Londrina faz sua segunda prova nesse tipo de pista nos EUA

Em sua primeira temporada na Fórmula Mazda, categoria do automobilismo norte-americano que serve de preparação para a Fórmula Indy, o brasileiro João Horto segue neste fim de semana sua fase de adaptação dos circuitos ovais. O piloto de Londrina, no Paraná, disputará a preliminar da Indy na pista de Iowa, um tri-oval de 1,4 km de extensão.

Esta será a segunda vez que Horto participa de uma prova em circuito oval. Sua estreia aconteceu na véspera das 500 Milhas de Indianápolis, mas não na pista principal. Naquele final de semana, a Stars Mazda correu no circuito O’Reilly Raceway Park, próximo à sede da corrida mais famosa do mundo, mas com pouco mais de 900 metros de extensão. E João Horto terminou a corrida em terceiro lugar.

“A categoria tem essa preocupação em formar seus pilotos para correr nos ovais. Mas como é a base do automobilismo nos Estados Unidos, são apenas dois ovais no calendário. E o primeiro é uma pista bem curta ao lado do autódromo principal de Indianápolis”, contou João Horto. “Minha experiência lá foi boa. Achei interessante começar por uma pista pequena, porque a adaptação é mais rápida e ela dá a referência para as pistas maiores”, completou.

Agora a Stars Mazda corre na mesma pista que recebe categorias como a Fórmula Indy e a Nascar, e João Horto demonstra confiança para buscar seu terceiro pódio no campeonato 2010.

“Agora conhecendo como é o trabalho e a pilotagem em uma pista oval, acho que a adaptação a um circuito maior será mais rápida. Em Indianápolis, por exemplo, o traçado mais rápido passava muito perto do muro. E até isso serviu de aprendizado para controlar o carro em alta velocidade”, lembrou o brasileiro.

O Campeonato da Stars Mazda teve quatro corridas disputadas até aqui e João Horto é o quarto colocado na classificação. Ele tem 128 pontos conquistados, 11 a menos que o terceiro colocado Anders Krohn e 43 a menos que o líder, Conor Daly. Cada final de semana na Stars Mazda coloca até 45 pontos em jogo, sendo 44 pela vitória e mais um pela pole-position.

“Apesar de o foco nesta temporada ser de aprendizado sobre o automobilismo nos Estados Unidos, consegui fazer boas corridas. Estar entre os cinco melhores do campeonato é um ótimo incentivo e espero continuar na briga pelo título até o final do ano”, apontou o piloto de Londrina.

Os treinos livres para a quinta etapa da categoria começam na próxima sexta-feira. Já a classificação que define o grid de largada e a corrida estão marcados para o sábado. Confira quem são os dez primeiros no campeonato até aqui:

1) Conor Daly, 171 pontos
2) Mikael Grenier, 142
3) Ander Krohn, 139
4) João Horto, 128
5) Tristan Vautier, 124
6) Connor De Phillippi, 124
7) Caio Lara, 120
8) Rusty Mitchell, 113
9) Jorge Gonzalez, 110
10) David Ostella, 100

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *