F-Renault 2.0: Vulcão faz Negrão por o pé na estrada rumo a Brno

Uma das milhões de vítimas do caos aéreo resultante da erupção do vulcão islandês Eyjafjallajokull, o brasileiro André Negrão viu-se obrigado a rodar milhares de quilômetros para cumprir a agenda de trabalho de sua segunda temporada internacional de automobilismo. Depois de liderar as duas provas da rodada de abertura da Eurocup F-Renault 2.0, disputada no último fim de semana, em Aragón (Espanha), o piloto de Campinas (SP), viajou para a sede de sua equipe em Erba, norte da Itália, usando transporte aéreo e rodoviário e viajou de carro para Brno, circuito localizado na República Tcheca, para disputar a segunda etapa do Campeonato Norte-Europeu da categoria, cujos treinos livres aconteceram hoje (sexta, 22).

“Na Espanha estávamos acompanhando tudo pelos jornais, mas quando o avião que deveria nos levar a Milão foi desviado para Roma, deu para sentir na pele a dimensão do caos aéreo. Por causa disso resolvemos viajar de carro para Brno, onde vou conhecer mais um circuito”, comentou André Negrão, cujo foco nesta temporada é o Campeonato Europeu da categoria. Na primeira rodada o brasileiro foi um dos destaques da categoria, tendo liderado a maioria das voltas disputadas no circuito de Motorland Aragón. Nas duas provas ele foi afastado da disputa pelo francês Arthur Pic, com quem dividiu a primeira fila de largada em ambas largadas espanholas. Como o sistema de transporte aéreo europeu ainda não foi totalmente regularizado, o time de Negrão optou por viajar de carro para a República Tcheca, decisão facilitada pela localização da oficina, situada próximo ao Lago de Como e da fronteira com a Suíça. No caminho até a pista de Brno, a viagem de várias horas ofereceu um bom tempo para refletir sobre o que aconteceu na Espanha:
“Já tínhamos conversado sobre isso, mas agora, com a cabeça mais fria, toda a equipe voltou a falar dessas duas manobras do Pic e não dava para esconder a decepção. Afinal, nas duas provas eu estava liderando e nas duas provas eu fui prejudicado pelo mesmo piloto. Como não dá para chorar sobre o carro jogado para fora da pista, meu negócio é focar na corrida deste fim de semana e continuar trabalhando com o mesmo empenho.”
A participação de Negrão na prova de Brno neste fim de semana é parte de um programa que foca sua preparação e aprendizado no maior número possível de pistas onde a F-Renault 2.0 se apresenta. O grid do Campeonato Norte Europeu é expressivo – aproximadamente 30 carros -, e seu padrão de competitividade é considerado próximo do certame europeu, principal atividade do brasileiro nesta temporada. Negrão participou de apenas uma das quatro sessões de treinos livres realizadas hoje e marcou o nono tempo. Amanhã, sábado, ele participa da tomada de tempos oficial entre 6h40 e 7h10, que define as posições de largada para a primeira largada da rodada, domingo às 5h00. Na segunda prova, que começa às 9h30, os oito primeiro classificados na prova anterior alinham em posições invertidas. Todos os horários citados seguem o horário de Brasília.
Resultado do treino livre de hoje:
1) Jeroen Mul (Holanda), 1m56s191
2) Adam Kout (República Tcheca), 1m56s702
3) Ludwig Ghidi (Bélgica), 1m56s806
4) Daniel De Jong (Holanda), 1m56s956
5) Luciano Bacheta (Grã Bretanha), 1m57s068
6) Kevin Korjus (Estônia), 1m57s322
7) Liroy Stuart (Holanda), 1m57s369
8) Julian Eisenreich (Alemanha), 1m57s424
9) André Negrão (Brasil), 1m57s542
10) Mikkel Mac (Dinamarca), 1m57s727

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *