F-Renault Inglesa: Gamberini passa em branco na estreia

Acidentes deixam brasileiro fora da zona de pontos na abertura do Campeonato Inglês.

Dois acidentes, um deles logo depois da largada da primeira prova, complicaram a vida de Fábio Gamberini (Mark Burdett Motorsport) na rodada dupla inaugural do Campeonato Inglês de Fórmula Renault, realizada neste fim de semana em Thruxton. No sábado, Gamberini abandonou; hoje, depois de sair em 16º, o piloto paulista se envolveu em novo toque e precisou voltar aos boxes para trocar o bico do carro quando brigava pela 10ª colocação. “Foi decepcionante e um choque grande, já que até os treinos livres da sexta-feira estava tudo bem”, comentou.

O húngaro Tamas Kiss (Atech GP) e o britânico Will Stevens (Manor) dividiram as vitórias. O mineiro Victor Correa (CRS Racing), o outro brasileiro na categoria, voltou para casa com um 13º e um 14º lugares. Gamberini reconheceu que tanto ele como a equipe tinham potencial para sonhar com rendimento melhor no qualifying. “Os treinos classificatórios são 80% do resultado das provas. Erramos no acerto para a pista úmida e também não consegui tirar o melhor dos pneus. Vamos ter que trabalhar mais nesse sentido para a próxima etapa”, disse.

Mas nem tudo foi frustração. Gamberini disse que o ritmo do carro no final da segunda etapa serviu como consolo. “Talvez tenha sido a única coisa boa do fim de semana. Com a asa dianteira quebrada na batida, aproveitei para trocar o bico, porque o carro estava perdendo pressão aerodinâmica e a temperatura da água subiu bastante. Na volta, comecei a andar na mesma batida do pessoal que estava na frente”, disse Gamberini, depois de receber a bandeirada na 19ª posição com duas voltas de atraso.

O campeonato voltará a ser movimentado dias 24 e 25 deste mês, com nova rodada dupla (3ª e 4ª etapas) em Rockingham.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *